Notícias

Mudando de visual em 1 semana

Na última semana, mudei drasticamente a forma de cabelo, barba, essas coisas, o mínimo de cabelo possível no rosto é o que você vai ver de mim nesses próximos meses.
Eu aparento ter mudado completamente de feição, em pouco tempo, pareço ser mais jovem agora, porém, com uma cara de militar, nadador, etc.
Quando me verem por ai com esse cabelo, sim sou eu mesmo, cabelinho de lado agora só alguns meses até eu sentir falta de pentear os cabelos.

Flash/ Flex

Flex 2.0 e Flash Player 9 no Ubuntu?

Pois é, isso é totalmente possível, meu amigo Lucas Ferreira que vive me enxendo o saco perguntando quando é que a Adobe vai lançar uma versao final do player 9 ou até mesmo do player 8.5 para o Linux.

A resposta é que já existe, como?

Bom lendo pelo digg.com achei esse link onde o autor do blog não sei o nome, conseguiu emular pelo wine o flash player 9.

Só que esqueceu de dá essa dica de como fazer, mas visitando o blog dele que tem link para o del.icio.us, vi e achei esses dois ótimos tricks para fazer isso virar realidade.

Emulei aqui na minha máquena que tá usando o parallels,para o ubuntu e rolou bacana.

segue a lista dos artigos

Link 1
Link 2

Notícias

Passagem aérea? Aprenda Chinês antes

Eu todo inocente, tentando fazer uma reserva de passagem para voltar aqui de Pernambuco, que vim visitar a família por duas semanas eis que tem que chegar a hora de voltar, então fui eu procurar o preço de passagem aérea para voltar para SP, (meu novo endereço).
Ai a cidade onde minha família mora fica cerca de 634Km da Capital Baiana Salvador, você gasta em torno de R$48,00 reais no melhor ônibus para chegar lá confortavelmente.
Porém saíndo do aeroporto internacional da cidade de Petrolina onde vim passar as duas semanas, pegando um vôo direto a passagem sai R$789,00 o valor mais barato voando gol. Mas o incrível mesmo, é que, saíndo de Petrolina e indo para Salvador de ônibus e pegando o vôo de lá o valor cai risoriamente 56% por cento do valor final da passágem, chegando a ficar apenas R$375,00. Ou seja, estou passando o final de semana em Salvador, curtindo um pouco do Sol Baiano.

Mas o meu problema é outro, enquanto isso eu não posso fazer o que descrevi acima, é que quando tento fazer isso voando oceanair veja logo abaixo o que acontece, esse erro grotesco.

Eu tou aqui quase já consultando um dicionário chinês para saber o que houve de errado.

Segue a dica de quem mora no mesmo raio de distância entre Petrolina e Salvador, como sou bomzinho vai a dica das principais cidades onde você se for esperto e ler esse blog pode tá economizando um bom dinheiro.
(em Pernambuco -[Petrolina, Arcoverde, Cabrobó, Ouricuri, Trindade], no Piaui [ Arapiraca ] – na Bahia [ Juazeiro, Senhor do Bom fim, Jacobina], na paraíba [Mossoró], no Ceará [ Crato ]. São as únicas que consigo lembrar no momento.

AS 3.0/ Flex

Por que usar Flex?

Em maio de 2004, antiga Macromedia começa seu programa beta para uma nova tecnologia chamada Flex, desde então, só havia boatos entre alguns engenheiros ou quem era assinante da DEVNET. Foi muito bem bolada a idéia, e em Setembro do mesmo ano, abriram os portões e mostraram a todos sobre o Flex, e quais suas funções e o que ele fazia. A Macromedia aproveitou o código utilizado em uma das suas ferramentas carro chefe da empresa o atual Dreamweaver e criou uma IDE para que suprisse de imediato o mercado fomento de informações sobre essa nova forma de criar RIA. No mesmo mês, a lista brasileira foi criada por mim, sendo a primeira a tratar do assunto em português, na época só 7 participantes, depois do primeiro artigo, dezenas já haviam entrado, e a maior lista sobre Flex, é criada pelo pessoal da empresa de desenvolvimento e consultoria que, hoje parte da adobe a Interation::Two, sendo essa a maior do mundo. Em maio de 2005 a Adobe declara a compra da Macromedia, em junho de 2005, sendo ainda Macromedia, ela começa a vender para o público licenças enterprises do Flex, e em Setembro do mesmo ano ela assina contrato firmando parceria coma fundação eclipse para iniciar uma nova IDE baseada na arquetetura da plataforma Eclipse, uma tentativa de chamar vários desenvolvedores Javas a usarem Flex para desenvolver suas aplicações. Em novembro de 2005 ela lança a primeira versão beta do Flex Builder 2, e sua IDE como forma de plug-in ou stand-alone para o público, inicia-se o processo de beta 1 ao público geral sem precisar selecionar certa parte de pessoas para testar, fica mais democratizada a forma de reportar bugs e ajudar a empresa desenvolver algo mais "perfeito", livres de falhas. Em dezembro de 2005 a compra da Macromedia pela Adobe é autorizada pela justiça americana, agora toda linha de produto da Macromedia passa a poder de controle da Adobe, sendo esta a se tornar a sexta maior produtora de software mundial.
Janeiro de 2006, a Adobe decide mudar os planos de venda sobre o Flex, torna-lo mais acessível a pequenas e médias empresas desenvolvedoras de aplicações ricas, e em fevereiro o Beta 2 está disponível com uma nova onda, " OPEN-SOURCE", exato, foi um grande avanço, a Adobe está dando um compilador gratuito junto com o SDK se você queser utilizar a tecnologia em qualquer IDE que seja de seu gosto, ou se você preferir usar a IDE deles pagando um singelo preço, até o momento não mencionado. Então entramos nos meses consecutivos até final de maio, onde a Adobe lança a última versão mais estável do Flex e o Flex Builder e abre ao público a versão do Flash Player 9, antes considerada 8.5, mudando também várias formas de vender acessórios vindos dela mesma para empresas, como data collections, gráficos e uma integração com a nova onda "AJAX". Com isso nos sobra o presente atual, junho desse ano onde estou voltando a escrever esse artigo e deixa-lo informado de tudo aconteceu, chega de história por agora, vamos dá uma olhada no que temos por enquanto, para isso fiz uma soma de perguntas simples aka F.A.Q, que podem surgir.

O que é MXML afinal de contas?

Preservada porém, MXML é basicamente a junção de nomes, uma abreviação de (Macromedia Extensible Markup Language), na verdade isso não é uma novidade para fundação mozilla ou para o pessoal especializado em desenvolvimento de interface, que resumindo-se MXML é um dialéto do XML, que faz o que é conhecido como XUL, (Extensible User Interface Language), quase isso, mas XUL não é só de propriedade inteira da Adobe, mas sim um padrão, existem várias XUL’s por ai, você pode encontrar algumas aqui.
Então é isso MXML é um dialéto em XML que faz XUL, mas XUL para a plataforma Flash player.

É dificil programar em MXML?

Não, basicamente qualquer um pode programar, desde que tenha noção de como funciona o XML ou HTML, é tudo baseado em tags, de fácil aprendizado, atualmente temos 156 tags que já vem padrão no Flex, mas ponha em sua cabeça que uma linguagem que faz XUL, ou como qualquer linguagem, existe a possibilidade de extende-los, fazendo novas tags personalizadas como no próprio e conhecido ColdFusion, então isso pode se extender.

Como funciona?

Sozinho o MXML não tem função se não vier agregado ao Actionscript, o Actionscript é o principal motor de força do Flex, sem ele não existe função no MXML, então podemos considera-los como amigos ou unha e carne.
O funcionamento é simples, tanto a IDE quanto o SDK, eles lêem seu código em MXML junto com actionscript, e envia a informação para seus compiladores e gera-se um SWF que 98% da web pode entender esse formado, como o Flash que gera seus SWF, você pega esse arquevo e coloca-o no servidor, pronto, você já tem feito uma aplicação escrita em MXML para a plataforma Flash Player, feito com a tecnologia Flex.

Como o código é organizado?

O código é organizado em blocos, iguais aos que você faz em XML e como faz também em HTML.

Quais são as tags que ele usa?

As tags que o MXML usa, pense dessa seguinte forma, cada tag corresponde a um objeto criado, cada atributo que esse tag contenha significa uma propriedade da classe que o objeto possui.

Veja um exemplo

Apenas em Actionscript 3.0:

Em MXML você pode fazer o mesmo mas só precisaria disso:

As duas formas usadas estão corretas, a primeira ao invés de criar um projeto apenas Flex, você cria um projeto em actionscript.

Como o Flex Builder é organizado?

O Flex Builder foi feito baseado na plataforma Eclipse, então sua interface não tem muita diferença, apenas algumas mudanças para suportar o Flex.Por esse motivo decidir extender esse post para outro que é " Conheçendo a interface do Flex Builder 2.0", Procure nos arquevos do blog que você vai encontrar.

Por que usar Flex?

Usar Flex é a melhor maneira de fazer aplicações RIA, não se baseando em timeline como é no Flash, mas sim usando classes, packages, interfaces como no próprio visual Studio Express, é criar de maneira mais objetiva possível aplicações com interfaces amigáveis, mais bonitas, com efeitos de transição, mais leves, e ter a certeza que 98% da web vai conseguir visualizar e vai ser fácil de trabalhar.
Escalona as possibilidades de criar aplicativos sem precisar sair do Flash, e o melhor de todos é usando pouco código para isso. Digamos que é a nova maneira de programar em HTML só que não focado no engines dos navegadores mas em um player.
É ter a possibilidade de fazer o que você deseja para uma empresa ou até a sua em poucas linhas de códigos como relatórios, gráficos de diferentes formatos e tipos.

Ajax vs. Flex?

Digamos que não são confrontáveis, são amigos.

Actionscript/ AS 2.0

Função para validar DDD

Mês passado eu precisei usar algo para validar campos de DDD e aceitar apenas os únicos que a ANATEL aceita como DDD válidos e escrevi essa função que você pode tá usando ai na hora de cadastrar algum telefone, é bem simples e ta em Beta, ela vai para galeria de beta do labs, podendo validar quem sabe os números de celular ou de telefones residenciais, para que na hora desses valores entrarem no banco de dados já estarem tratados e não precisar usar algum relacionamento no banco para isso.
Totalmente grátis e aceito sugestões ou críticas para futuras versões.


/**funcao de validaçao de DDD
var tem que ser _DDD
igorcosta@igorcosta.com
27 de julho de 2006
Use as FREE. Use grátis
*/
ddd_.text = _DDD;
_DDD.maxChars = 2;
function validaDDD () {
Selection.getFocus();
_DDD.onSetFocus = function(oldFocus){
if(this.text == this.text || Selection.getFocus() !=null)
{
this.text = "";
}
}
_DDD.onKillFocus = function() {

if((_DDD == "" || _DDD <2 || _DDD == "00") ||
(_DDD.length<1 || _DDD=="01" || _DDD == "02" || _DDD == "03" || _DDD == "04" || _DDD == "05" || _DDD == "06" || _DDD == "07" || _DDD == "08"|| _DDD =="09" || _DDD =="10") ||
(_DDD == "20" || _DDD == "23" || _DDD == "25" || _DDD == "26" || _DDD == "29" || _DDD == "30" || _DDD == "36" || _DDD == "39" || _DDD == "40" || _DDD == "50" || _DDD == "52") ||
(_DDD =="56" || _DDD == "57" || _DDD == "58" || _DDD == "59" || _DDD == "60" || _DDD =="69" || _DDD == "70" || _DDD =="72" || _DDD == "76" || _DDD == "78" || _DDD =="80"|| _DDD == "90")
)
{
this.text = "xx";
this.textColor = 0xAA0000;
}else {
this.text = this.text;
this.textColor = 0x000000;
}
}
}
validaDDD();

Flash/ Notícias

Novo livro “Flash 8 e PHP 5″

O Dauton e o Bruno acabaram de assinar mais um livro sobre Flash, só que dessa vez não é apenas um livro que ensina como trabalhar na ferramenta em sí, mas como integra-la, combinando com o uso do php. Ao total o livro contém de 372 páginas e 33 capítulos. Como também, lógico, o livro tem um público alvo iniciante-avançado, que também para os outros que vieram da versão mx 2004 e querem explorar esse lado de integração que o Flash Player 8 API proporciona. Em uma overview geral, você vai criando desde aplicações simples até as mais avançadas.
Vale a pena fazer a reseva.

Actionscript

Actionscript 3 e Flash 9 pre-view

Bom se você tiver a versão do Flash 8 original instalada em sua máquena, você vai poder baixar e instalar uma IDE que a Adobe lançou semana passada, apenas um pre-view do Flash 9 IDE, onde você já pode tá criando e compilando seus filmes (swf), sem precisar instalar o Flex Builder para programar em AS3.0.
A versão, ainda está em Alpha, o que contém apenas algumas funções habilitadas como o novo compilador de as3, o properties panel que vem com a opção de inclusão de pacotes em as3, suporte a as2 e as1 ainda estão habilitados na IDE, provavelmente acredito eu que ao seu lançamento que está previsto para ser ano que vem 2007, o as1 não será mais suportado, coisa que já é de se esperar devido a novas funções que a IDE vem.
Você pode baixar o pre-view no Labs da Adobe e também dá uma conferida no Release Notes.

Segue abaixo alguns screen-shots.

Start Page

Properties Panel com inclusão de pacotes de classes

Syntax já suportando AS3

Configurações de publicações, incluso o compilador.

Para quem queser já ir se aventurando no AS3, segue o link da documentação que a Adobe já tem sobre o assunto.

Notícias

Ativando novamente o blog

Olá pessoal, estou oficialmente voltando a blogar, passados esses últimos oito meses longe do site, do blog, tem sido uma correria só, muitas mudanças aconteceram desde então.
Bom, para começar dei uma caprichada no visual do blog, algo bem limpo, e simples de navegar, agora você não precisa tá vendo quantos posts foram feitos, apenas os últimos postados. Como vocês podem notar estou usando o sistema de blog WordPress versão 2.0 que ainda não está totalmente traduzido para português do Brasil, isso leva tempo, outra coisa que também não tenho interesse em colocar no ar novamente é os antigos posts, os 276 posts que já haviam sido feito em edições do outro sistema que eu usava o b2evolution.
Uma das novidades que queria mostrar a todos é um calendário de eventos que coloquei no blog, um detector de versão do Flash player que parte do código foi desenvolvido pelo SWFObject e algumas alterações minhas. O design do layout é baseado em um tema que é o mesmo que está no blog de meu amigo Aral, só que com muitas alterações dentro da estrutura de template.

Uma breve retrospectiva de tudo que aconteceu é que, finalmente eu vim embora para São Paulo, tentei Recife ir ao CESAR mas não deu, e por último apareceu uns trabalhos para Tesla e vim para cá. Aque pude conhecer pessoalmente o Fabiano Cruz, Fabio Terracini, Alex Hubner e entre outros antigos leitores que faz parte da lista de amigos do MSN.
Nesse entre período que tive fora, a Adobe finalizou a compra da Macromedia, Stephen Elop que era CEO vai sair do cargo em dezembro desse ano, a Macromedia lançou uma versão do Flash player 3 vezes em menos de 5 meses, e finalmente temos um player gordo porém com grande capacidade AVM1 até a AVM2, o Nicolas Cannesse finalmente lançou a versão final do Haxe(invistam, meu conselho), a Adobe lançou Flex SDK grátis, várias empresas brasileiras usam já Flex, eu comecei a desenvolver um editor de MXML, vários planos para lançar o novo e-book gratuito para versão 8 do Flash IDE. A Adobe lança o Flash 9 pre-view apenas para usuários testarem os novos poderes do Actionscript 3, exatamente actionscript 3. O AUGSP (Adobe User Group São Paulo), eu tive na abertura fotos tão no site, vários trabalhos desenvolvidos, mas também vários calotes tomados, Claus e Darron ganharam o Flex Derby na categoria de Crazy’s, fui editor técnico do livro do meu brother Joey Lott, que agora está escrevendo Actionscript 3 cookbook e Programming Flex 2 com co-autores como Darron e Shecal. Minha casa na cidade onde morava tentaram assaltar mas o Syron grande dog não deixou, mudei de laptop duas vezes em um mês(calma gente é que o cara me vendeu errado, pedi uma coisa paguei por ela e ele me vendeu uma mer**), estou achando muito esquesito o clima de SP, frio para dedéu.

Praticamente é isso que aconteceu comigo, espero que todos que estejam voltando a publicar, analisar e ler o que escrevo possa continuar sendo construtiva a forma de expressão.

E que venham as novidades.