Flex/ Flex Builder 3/ Flex Hacks

Hackeando o Flex em 2009

Em meu blog em inglês temos uma categoria chamada Flex Hacking, mais ou menos Hackeando o Flex e suas tecnologias para o bem.

A série de hacks vão ser extendidas ano que vem aqui neste blog em português para que vocês também leitores e falantes da língua portuguesa possam ficar à par dos Hackings feitos por nós.

Porém enquanto os Hacking em português não estão vindo. Fiquem com o que já tem em inglês. É uma ótima leitura e de grande valor os hacks.

Espero que vocês gostem, dêem opinião.

Pessoal

Houston, we have a problem!

Pessoal.

Peço a compreensão de vocês que acessam este site para não usar o e-mail jobs@igorcosta.com para enviar suas dúvidas, pedidos de correções, envio de links. Por que provavelmente você não receberá uma resposta.

Este e-mail é apenas para trabalhos, envios de propostas, ou seja para vender o jabá. Tem gente que insiste em enviar dúvidas por ele.

Peço que ao invés de fazer isso, use a lista Flex-Brasil, provavelmente será mais fácil achar uma resposta para suas perguntas por lá, já que são 2.300 desenvolvedores dispostos a ajudá-lo.

Ficamos agradecido pela preferência, porém estamos tão, tão ocupado nestes últimos meses que não temos tempo de respondê-los.

Muitíssimo Obrigado.

Pessoal/ Web 2.0

Techcaffe lá de portugal


Um grande e velho amigo meu lá das terras portuguesas, acaba de lançar um site de busca para cadastrar links de artigos técnicos escritos em língua portuguesa.
Parace-me muito promissor, boa sorte Paulo em sua nova empreitada.

Flex/ Flex e .net/ Oportunidades de emprego

Oportunidade de trabalho

Meus amigos, a Kogut empresa amiga da igorcosta.com, está em busca de profissionais na área de Flex, Vejam abaixo a descrição da oportunidade, vale a pena trabalhar com eles, uma boa empresa.

A Kogut eBusiness está com vagas para contratação imediata em regime de CLT e PJ para profissionais com os seguintes conhecimentos:

  • Flex, ActionScript 3.0;
  • ASP.NET C#, WEBSERVICES em C#;
  • ASP;
  • SQL Server.
  • Interessados enviar o currículo e códigos que demonstrem sua habilidade em flex para: contato@kogut.com.br informando a disponibilidade para início, bem como pretenção salarial como CLT ou PJ.

Cursos/ Eventos/ Flex/ Flex 3/ Notícias

Aprenda Flex em novembro

Nos próximos dia 04 à 06 de novembro, a CFT ( Centro de Formação de Talentos da Datasul) vai estar realizando um treinamento de Flex, do basicão até o avançado. Como eu estarei sendo o instrutor e a CFT é nossa parceira eu pedi para que abrissem vagas para outras pessoas terem a oportunidade de aprender Flex. É uma ótima oportunidade para quem ainda quer ingressar na carreira e ganhar dinheiro com isso.

Segue abaixo as informações, e aproveite por que só faltam 11 dias para fecharem a turma.

Além disso, vai ter sorteio de livros durante o curso para alunos que se destacarem e além disso cada aluno ganha nosso certificado da igorcosta.com, que é reconhecido por empresas conceituadas.

Intensivo de Flex em São Paulo

O Centro de Formação de Talentos lança em novembro o 1º curso intensivo de programação em Flex na cidade de São Paulo, com o instrutor Igor Costa.

O curso terá a duração de 4 dias e acontecerá em período integral. “Essa é a pedra inaugural das turmas de programação do CFT em São Paulo”, afirma Marco Antunes, gerente do Centro de Formação de Talentos. “Recebemos diariamente solicitações vindas da região e estamos preparando uma estrutura para atender este público, em breve com os outros cursos que já oferecemos em Joinville”, complementa Antunes.

As inscrições vão até 31 de outubro e podem ser feitas por e-mail para talentosdatasul@datasul.com.br.

Mais sobre o curso:
Data: 03 a 06 de novembro de 2008
Local: IBTA – R. Vergueiros, 1759, Paraíso, São Paulo
Horário: 8h às 12h / 13 às 17h (carga horária: 32h)

Mais informações: talentosdatasul@datasul.com.br; fone (47) 3802 8900; www.datasul.com.br/talentos

(Link para acesso ao conteúdo: http://www3.datasul.com.br/images/mkt/campanhas_web/rh/2008/CFT_2oSEMESTRE/curso_flex/conteudo.htm)

Flex/ Flex e Java/ Negócios/ Notícias

Floripa na rota do Adobe Flex


A Sofshore é a mais nova empresa brasileira a adotar Adobe Flex através da igorcosta.com. Estamos ajudando a Sofshore a implementar o Adobe Flex ao seu portifólio. Existe internamente na empresa grandes profissionais na area de desenvolvimento de aplicações JEE.
Integrando-as agora ao novo produto Adobe Flex.

Se você é de Floripa e visita esse site, venha bater um papo conosco. A Sofshore tem vagas para novos profissionais que gostem de criar aplicações com Flex.

Nós da igorcosta.com estamos felizes em poder ajudar mais uma empresa a ter sucesso em suas aplicações RIA.

Flex/ Flex 3 Open-Source/ Flex MVC

Aplicações modulares, sim ou não?

Está em andamento um debate bastante maduro na lista Flex-Brasil, sobre o uso de aplicações Flex com o uso de Módulos, e como ela se iniciou com um post antigo meu, gostaria de corrigir algumas coisas e re-passar aqui o que falei na lista.

O post é ultrapassado, não vale mais a pena tê-lo como referência já que me referia ao Flex SDK 3.0.184 que foi o primeiro release do SDK e ao Flash Player 9.0.26 que por questões técnicas visto ao fato de usar Module o time do Flash Player atualizou para a versão 9.0.115 que já elimina o problema.

O fato é que o Flex 3.0.2 em seu último nightly build se mostrou capaz de aguentar e suportar bem o uso de Modulos em aplicações que faz uso da técnica.

O MASAPI não usa muito esse argumento ja que não sofreu muita alteração e torna-se desnecessário para esse uso, ja que a falha em sí era do SDK e da versão do Flash Player 9.0.26

Hoje a Adobe lançou o Flash Player 10, fiz todos os testes nele no que diz a respeito de novidades, e todas funcionaram perfeitamente, só alguns picos de memória no Flash Player para o Firefox mais no sentido de uso do 3D e pixel blender juntos.

Voltando ao assunto dos Modules; Eu tentarei escrever como usar de formar racional tomando todos esses cuidados tanto no Flash Player 9.0.115 quanto no novíssimo Flash Player 10.0

Existe algum tipo de receita para criar algo fenomenal em aplicações de grande porte?

Existe sim, o bom censo. Se você tem o seu time de usabilidade, um arqueteto de plantão, use e abuse deste profissional, porém na realidade brasileira é dificil ter ja que muitos aqui são desenvolvedores autonomos ou pertencem a pequenas empresas.

Para solucionar todos esses aspectos de modularizar uma aplicação é preciso estudar qual o principal objetivo de sua ferramenta, o que ela faz de comum e que tipos de classes são mais usadas na aplicação, tendo só isso você ja anda ai meio caminho para fazer a coisa certa.

A dica que foi citada acima sobre fazer o split geral da aplicação rodando-as separadamente é uma alternativa que funciona, porém não aconselho, devido ao fato de tirar o brilho do Flex que é justamente a usabilidade do cliente final, esse tipo de comportamento é tipico de quem veio do Java e criou ou cria muito applets, na atual conjuntura do Flex e Flash Player não é necessario esse tipo de comportamento.

Para facilitar melhor o que eu posso dar como conselho, eu separei uma lista de perguntas que você pode acrescentar a esse tópico, eis que são:

1. Minha aplicação é pequena, eu posso usar Modulos?

R: Não é necessário, ja que ela não depende muito dessa função, porém se ela for pequena e ser usada por até 1mil usuários diários, você precisa usar o Profile do Flex para tentar reduzir o tamanho máximo que puder, Usar Framework cache para eliminar o mal uso de sua banda e por final usar RSL, essa gama de soluções podem trazer um bom censo final à sua aplicação, tendo ela um funcionamento redondo e eliminando ai as arestas de reclamações pelo usuário final.

2. Minha aplicação é de médio porte, O que devo usar?

R: Quando se fala em tamanho de aplicação, tem gente que estufa o peito e diz, minha aplicação tem 200 telas, 500 formulários e faz n operações. Lembre-se que o número de telas não conta na hora de medir o tamanho da aplicação, mais sim o número de operações que essa aplicação se resolve. Por exemplo eu já vi em uma empresa que fomos fazer consultoria usarem 10 telas para fazer 3 operações,isso é uso desnecessário de telas. Sempre que for desenvolver uma app que ela seja de caráter de no mínimo umas 100 operações, ela ja tem esse sobrenome de “médio”, procure enxugar ao máximo o número de telas para resolver essas operações, quanto menos telas, e mais objetividade que elas apresentam, melhor é a experiência do usuário com a sua aplicação.

Procure usar os mesmos recursos da primeira pergunta, e adicione a receita Módulos, LinkReport para reduzir, e enxugue ao máximo o uso de telas, remova as desnecessárias. Com isso você ganha mais.

3. Tenho uma aplicação de médio porte que usa um número N de telas e Módulos, como posso administra-las melhor?

R: Começe a usar um framework MVC, ele será seu melhor amigo nessa situação, embora muita gente se esqueve ao usar MVC, trantando assim ao grosso modo de usar apenas o padrão do flex para desenvolver a aplicação. De fato funciona, mais se alguém da equepe mudar de emprego, ou ter morte, você terá dores fortes de cabeça ao tentar advinhar o código ninja que ele fez para você. É sempre bom você seguir padrões de convenção(http://opensource.adobe.com/wiki/display/flexsdk/Coding+Conventions) junto com sua equepe, quando falo de equepe eu me refiro no mínimo até 2 pessoas. Procure adotar os novos padrões do Flex, assim é menos prejuízo de tempo. Use as técnicas aplicadas no 1 e 2, elas te ajudaram a decidir melhor, juntamente com um framework MVC.

4. Minha aplicação é de grande porte e missão crítica o que posso fazer para melhora-lá?

R: Toda aplicação seja ela pequena ou grande, deve-se preocupar com questões de segurança, você sabe que o SWF é de formato aberto, então qualquer um pode descompilar seu swf mesmo vindo do Flex. Então nunca coloque algo que vá comprometer sua aplicação final. Sempre pense da seguinte forma:

* Nunca use dados importantes ou tente manipula-los diretamente do lado cliente
* Use uma camada de layer profissional com AMF3, pode ser em Java,C++,PHP,ColdFusion
* Trafegue ao máximo dados de importância encriptando-os em casos de operações bancárias
* Use o protocolo rtmp.
* Use as dicas do 1,2,3 para sua aplicação em adição ao fato de um boa arquetetura
* Procure reduzir o tamanho final do SWF principal ou carrega-lo em cache.
* Grande parte da regra de negócio da sua aplicação é melhor ficar no lado servidor
* Use sempre MVC

Em fim, tem um mar de infinidade de informações que te ajudam à melhorar a maneira como você cria as suas aplicações, sempre tente melhora-las mas nunca tire o foco da ferramenta em sí que é funcionar.
As dicas acima são parte de um documento nosso, então são casos hipotéticos e em alguns casos não é nossa opinião final sobre uma determinada coisa, já que são n fatores que definem essas regras.

Sim, aplicações modulares são aplicáveis, dependendo de cada caso como mostrado acima.

Flash CS4/ Flash Player/ Notícias/ Web 2.0

Flash Player 10 disponível

É sem dúvida o melhor Flash Player já lançado em um período de 18 meses na Adobe, Tem muitos recursos, 3D, pixel bender, dynamic sound, etc. Tanto que de uma só vez eles lançaram ao mesmo
tempo, para Linux,Mac e Windows.

Veja aqui as novidades do Flash Player 10, as 10 melhores novidades:

3D effects(novo)

Agora você pode criar animações intuitivas, interfaces elaboradas usando todos os recursos de 3D no Flash Player 10, mesmo você sendo um novato no mundo 3D você consegue fazer animações avançadas, a ferramenta para criar esse recurso de 3D por padrão vem com o Flash CS4, porém você também pode usar esses recursos diretamente no Flex Builder com o novo Flex Component Kit.

Custom filters and effects (Novo)

Crie em alta performance,efeitos em tempo real iguais a filmes de Hollywood, O Pixel Bender, que é a mesma tecnologia por tras dos efeitos do Adobe After Effects, esses efeitos dinâmicos e interativos podem ser usados em conjunto com o After Effects, em suma, você pode criar tanto no Flash CS4 quanto no After Effects.

Advanced text support (Novo)

A Adode pegou todo seu aprendizado em manipulação de textos durante ai sua jornada com o PDF e incorporou dentro do Flash Player 10, agora você pode ter textos que tragam melhor qualidade de impressão, ganhar mais controle sobre o layout do texto, ja que você pode usar ligaturas do texto por exibição em colunas, colocar textos ao redor de imagens, textos bi-direcionais, verticais, etc. E as novidades que mais gostei do Flash Player 10 foi a possibilidade de usar device fonts com anti-aliase, rotacionar, estilizar da maneira que você gosta. Tanto quanto criar seus próprios componentes de texto, Resumo geral é uma das melhores coisas que colocaram no Flash Player.

Dynamic sound generation (Novo)

Depois de um grande movimento pelo site , a Adobe mostrou-se madura em ouvir os requesitos da comunidade que usa suas ferramentas. Com o novo recurso e nova API para som que podem lhe dar a opção de gerar músicas, novos formatos de audio como também criar em tempo de execução sons para jogos. Você pode por exemplo extrair dados de um arquevo de MP3 carregado, filtrar esses dados, mixar e gerar assim nova música, que foi baseado praticamente em bibliotecas C++, como C++ é fácil manipular audio agora você tem esse recurso direto do Flash Player e o melhor acessando isso via actionscript 3.0.

Melhorias no Drawing API

Quando se fala em melhorias no Draw API do Flash Player, você bate a curiosidade e vai ver de perto o código fonte da nova API para ver o que mudou. E como todo mundo que trabalha em programação de certo é curioso, não fui diferente. A nova API para Draw foi bastante melhorada, devido ao fato que o Flash Player 10 suportar 3D, como antigamente tinhamos apenas os eixos x,y; Passamos agora a ter o eixo z, e isso com toda certeza afeta a maneira como desenhar. Com a nova API, você consegue desenhar de forma mais fácil, sem ter que ficar desenhando linha por linha como é feito hoje, também facilmente adaptado no caso de ambientes 3D para rendenização de texturas e o melhor disso tudo é sem perder performance.

Melhorias no Hardware acceleration

Como tem 3D, composição de bitmaps, filtros e blend modes, isso requerer e muito da máquena do cliente, só que não necessariamente isso tem que ser uma experiência ruim para o usuário final, as melhorias são significativas e você pode até ver redução do uso de memória da máquena para quem já tem o Flash Player 10 e usando recursos altamente consumidores de memória como por exemplo video overlay.

Vector data type (Novo)

Melhor performance para criar arrays, melhor efieciencia para checar erros.

Dynamic Streaming (Novo)

Imagina fazer stream de seu video e ele por sí, adaptar-se as condições de rede do cliente, como velocidade por exemplo. E como é streaming dinâmico você também poderá acessar métricas do video igual ao que é feito hoje com o Google Analytics para sites por exemplo.

Speex audio codec (Novo)

Esse é um tipo de recurso que permite você fazer encode de voz direto no Flash Player e gravar um arquevo de mp3 local por exemplo, é baseado no Speex, um projeto open-source para voice encode.

Melhorias File upload and download APIs

É muito aguardado por muitos, agora com o Flash Player 10, você pode carregar arquevos locais e salvar esses arquevos na máquena local. É sem dúvida uma ótima forma de fazer upload e download pelo Flash Player sem precisar de server-side para isso.

Quer saber mais sobre outras novidades do Flash Player 10? Visite aqui o site.

Eventos/ Flex

Nossos ex-alunos fazem muito sucesso!

É o post é um jabazinho, mais é ótimo ver pessoas que você treinou brilhando lá fora. Estou aqui para falar do Show Day Adobe Flex Builder na impacta aqui em São Paulo.

Um dos instrutores é o Marcos M. Alves, que foi um dos meus alunos 1 ano atrás. Todos daquila época em sua turma, já estão empregados e felizes da vida ganhando a vida como desenvolvedor Flex.

Conheça um pouco do Flex neste show day da Impacta e também um pouco da história do Marcos.

Marcos está de parabéns, sucesso absoluto no show day. Eu recomendo a todos que querem ingressar na carreira.

Visite: http://www.impacta.com.br/eletter/show_day_flexbuilder/eletter.asp

Pessoal

Uma pessoa é uma pessoa, não importa seu tamanho.

Eu vi um post no blog do vedovelli com o título “Ninguém é insubstituível”.

Parei, pensei, passei umas horas pensando. E decidi escrever esse post.

Todo mundo é insubstituível, cada um de nós temos talentos, maneiras, comportamentos de agir perante qualquer situação na vida. Tratar com desdem só por que não é um Ghandi,Frank Sinatra,Michael Phelps, etc. Acreditamos que cada um tem seu valor, seja ele qualquer um, não importando seus feitos ou o que deixou de fazer.

Ao meu ver, fomos criados em uma sociedade que empurra com a barriga as imperfeições, fazendo vista grossa para aquilo que acreditamos não existir para sempre mais de passagem. Essa cultura levou a achar que qualquer pessoa pode ser substituída por outra de igual qualificação ou de igual gabarito.
Preencher um buraco por outro profissional de igual teor não é necessariamente uma solução, já que o erro não está no que foi demitido ou se demitiu, mais sim em quem o contratou.

Ser importante, ser lembrando por várias pessoas, com toda certeza não foram os objetivos de cada uma das pessoas “notórias” ao longo da história, mais sim suas qualidades únicas que o sobressaltaram os demais que nasceram com a mesma capacidade só que não aguçaram um pouco à mais.

Posso não escrever corretamente e vir três ou quatro falando que sou isso, que sou aquilo, burro, tapado, analfabeto. Mais o sobressai perante isso é as escolhas que cada um fez. Eu fiz a minha, eles fizeram as dele.

Pense, cuide-se, não faça de sua vida um trabalho,mais o trabalho de uma vida. Por que, por mais que você pense que alguém esta errado, esse alguém pode ser você, não importa seu tamanho, você tem o mesmo valor que eu tenho.

“Titulo inspirado no poema de William Shakespeare que foi usado no filme Horton e o mundo dos quem!”