Dicas/ Microsoft/ RIA/ Web 2.0

10 maneiras de fracassar com seu aplicativo RIA

Durante a leitura mensal da newsletter do Architect Journal da Microsoft, percebi o link da palestra do Anthony Franco, presidente da EffectiveUI, mostrando 10 maneiras de como fracassar em um produto RIA.

Vale listar aqui alguns itens que foi abordado e concordamos:

  1. distribuindo conteúdo para seus usuários. Pense nele, mais não entenda-o literalmente.
  2. Agnósticos a tecnologia. Quem usa um aplicativo todos os dias não quer saber em que foi feito.
  3. Não deixe os desenvolvedores decidirem sobre o layout e UX da aplicação. Fracasso eminente.
  4. 70% dos projetos fracassam por que usuários ignoram qualidade ruim no que ver.
  5. O produto é mais importante do que o processo para desenvolve-lo. Essa foi excelente

Assista aqui. O Player do MIX09 é feito em SilverLight, então se você tem Mac e Windows pode assistir. Porém caso não tenha o plug-in do Silverlight, você precisa instalar.

Eventos/ Ruby On Rails

Oxente menino, é mesmo?!

Oxente Rails - Eu vou

Mesmo não manjando nada de Ruby, Rails, Gems, etc. Damos nosso apoio e divulgação ao Oxente Rails, que acontece nos dias 7 e 8 de Agosto no auditório do IFRN (antigo CEFET) de Natal. O evento tem 10 palestras, oficinas de aprendizagem e quem é do mundo Rails não pode perder.

Esse é o típico evento que quem perde vai ficar chupando o dedo. Quem mora fora de Natal pode ir pegando passagens pela Gol mais baratas por leilão através do Milan Express e ainda tirar alguns dias de folga e visitar um excelente grupo de praias.

Flex/ Flex Builder 3

10 plug-ins para deixar seu Flex Builder turbinado

O Flex Builder é sem dúvida a primeira IDE que um desenvolvedor terá contato quando iniciar no mundo Flex. Porém quem já trabalha com outras IDEs, vai sentir falta de alguns recursos existentes. Veja abaixo uma lista completa de plug-ins para melhorar seu Flex Builder e conseqüentemente aumentar sua produtividade com a ferramenta.

  1. RegExp Painel: O RegExp é para quem trabalha gosta de usar expressões regulares em Actionscript e quer testar na própria ferramenta, sem ter que usar outras ferramentas para tal. Baixe aqui.
  2. Enterprise IDE:Um baita plug-in, pena que ainda não há definições sobre comercialização, suporte, preços. Porém traz uma gama de recursos interessantes, desde leitor de RSS à geradores de classes. Baixe aqui
  3. Cairngorm Plugin: Desenvolvido pelo próprio pessoal da Adobe, esse plug-in fornece de forma fácil a geração de novas classes para quem usa o Cairngorm Framework. Baixe aqui.
  4. Blueprint: Pintou aquela dúvida no meio do desenvolvimento e quer ver como um método, classe, componente funciona? Não precisa mais ficar esperando o Google responder para você, com o BluePrint você faz tudo isso sem sai da IDE. O Blueprint foi desenvolvido por uma empresa na Romênia que fora comprada pela Adobe. Baixe aqui.
  5. Flex Formatter: Se seu código está meio bagunçado no aspecto de identação. O Flex Formatter é feito para você, como o próprio nome diz, ele ajeita o código para você e lhe ajuda a manter um código legível e organizado. Baixe aqui.
  6. Eclipse Monkey: Sabe o famoso Grease monkey do Firefox?Pois é alguém teve a idéia de usar a mesma idéia do grease monkey dentro do Eclipse, com ele é possível fazer de tudo, prota tanto que você pode por exemplo gerar automaticamente getter e setters. Baixe aqui.
  7. Aptana: Quer que seu Flex Builder tenha um editor de XHTML, CSS, Javascript excelente sem ter que usar outra IDE? O Aptana é feito para isso, além disso com ele você pode gerar novos projetos AIR usando apenas Javascript, coisa que no Flex Builder só é possível usando Flex. Baixe Aqui.
  8. PDT Plug-in:Se você é desenvolvedor PHP e quer incorporar em seu Flex Builder a edição de código PHP sem usar a IDE da Zend. Você pode usar o PDT dentro do seu Flex Builder e ter suporte a edição de código PHP. Baixe aqui.
  9. CFEclipse:Você desenvolvedor ColdFusion, já conhece o CFEclipse, o bom é que você pode instalar o plug-in do CFEclipse direto no seu Flex Builder e assim editar cfcs, cfml sem precisar de outra IDE. Baixe aqui.
  10. Flex Builder em Full Screen: O Plug-in Eclipse Fullscreen, ajuda você que está de saco cheio dos paineis Flex Navigator, Flex Components e Outline, que ficam ali ao lado ocupando espaço. Você só quer um desejo ter o editor 100% livre de qualquer coisa que lhe chame a atenção. Baixe aqui.

Outros técnicas que você pode usar para pimpar seu Flex Builder, você acha aqui(1), aqui(2)e aqui(3).

Ficou algum plug-in de fora? Comente aqui.

AMFPHP/ Flex 3

Novo livro Flex no mercado

O Daniel Schmitz, que palestrou na Flex Mania, acaba de lançar mais um livro de sua autoria.

O livro é Desenvolvendo sistemas com Flex e PHP. E para dar essa força, o Daniel tem um código promocional do livro que lhe dá 20% de desconto na compra feita direto no site da editora Novatec.

Código promocional:

flex.etc.br

Quer saber mais sobre o Livro e o Daniel? visite o site dele.

Flex/ Flex Mania

Flex Mania 2009 – Balanço geral

Aconteceu entre os dias 6-7 de julho de 2009 a Flex Mania. O principal evento on-line da comunidade Brasileira.

Sem dúvida foi uma grande surpresa para comunidade Flex e você leitor deste blog. Gostaríamos de compartilhar com vocês os resultados gerais obtidos antes, durante e depois do evento.

O Evento foi recheado de 20 palestras técnicas e muitos ficaram entusiasmados com todo o conteúdo mostrado.

A Infraestrutura

A principio o principal medo que tínhamos é da capacidade de suporte da sala do Adobe Connect Pro. Conseguimos apenas 200 lugares garantidos onde o servidor pudesse aguentar todo o controle de usuários indo e vindo.
Para resolver o problema, bolamos a estratégia de atrasar o lançamento do evento em mais de 20 dias. Começamos dia 25 de junho e de cara logo no primeiro dia corremos para o Google Analytics para ver o resultado. Foram 379 visitantes únicos. Pensei ! Putz ferrou. Se 70% desse número de visitantes assistir ao mesmo tempo a sala, ela não vai aguentar. No segundo dia, cresceu mais, e a partir do quarto dia até o penúltimo dia antes do evento, a média foi de 350 visitantes. Até ai tudo bem. O susto mesmo veio no primeiro dia depois do evento. De cara 1.300 e poucos acessaram de uma só vez o site. E assim persistiu durante os dois dias.

Infra, tinha 90% de chance de falhar e deixar o evento à ver navios. E lógico isso baixa e muito as expectativas em continuar o evento. Trabalhamos nos 10% de chance de virar sucesso. E funcionou muito bem. Durante o segundo dia é que tivemos quase o limite da sala. Foram 190 participantes ao mesmo tempo na palestra da Laura Arguello sobre o Mate framework. Quase chegamos no limite.

Ao total a média de 90 participantes por palestra. Isso nos dá ao total 1710 participantes e únicos 1.321. Geralmente o Connect conta aquiles que caem e voltam para a sala e no final ele dá um balanço geral.

A divulgação

Oras, essa foi a parte menos complicada de organizar o evento. Quando se realiza um evento on-line, o lógico é também ser feita apenas on-line.Mais e como é feito isso, quais ferramentas?
Foi ai que paramos; E começamos a listar as ferramentas que já tínhamos para marketing.O que nos levou a usar os seguintes itens:

  • Criar uma conta no twitter. Afinal o mundo inteiro entrou nessa onda.
  • Usar os blogs conhecidos e pedir uma força para divulgar
  • Usar as listas das tecnologias para divulgar o evento

O Twitter do evento foi um grande aliado. Mesmo pelo fato de não usar um blog para um evento on-line, já que eu vejo mais necessário para um evento presencial. A estratégia de 140 caracteres funcionou muito bem. E conseguimos 154 seguidores, 37 reações de reply.
Sem dúvida o twitter é o famoso boca-a-boca convencional, só que web. Realmente foi muito bom transformar um micro-blog em um canal aberto de comunicação para os participantes.

Investimentos realizados no evento

Quase nada foi gasto para realizar o evento. Considerando uma conta do Adobe Connect Pro pelos 2 dias + ligações usando VoIP + Tempo gasto na organização do calendário, criação do site, suporte aos palestrantes. Digamos que chega-se à um total de R$2.650,00 reais. Esse foi nosso custo “virtual” do evento. Levando em consideração apenas grande parte do tempo gasto no site e organização do evento.
Comparando esses custos com outros eventos e com os resultados que foram obtidos é praticamente um troco de bala.

Resultados obtidos

Como havíamos prometido durante todo o processo de divulgação resultados parciais de acesso, métricas de participantes ao site do evento. Continuamos com nossa promessa e compartilhamos com todos vocês os resultados obtidos durante os 15 dias entre divulgação e realização do evento. Todos os relatórios podem ser acessados aqui. Consideramos esse compartilhamento para ajudar pessoas, empresas a elaborar eventos com poucos recursos e focar muito no conteúdo.

Visando 2010

No total, durante todo o evento foi pedido para que os participantes preenchessem um formulário de satisfação do evento e tentar traçar um pouco do perfil deles para melhorar para o ano que vem.
Ele nos ajudou a reformular muito o conteúdo para o próximo evento.
Dentre as mudanças estão:

  • Foco em conteúdo voltado para certificação, já que 96% dos participantes que preencheram não tem certificação para desenvolver AIR e Flex.
  • Abertura de formulário para novos palestrantes. Elimina o risco de ficar na velha “repetição” dos mesmos palestrantes.
  • Foco, foco no conteúdo, trazendo mais palestrantes que trabalham com 3D, projetos web Flash, flash para celular.
  • Convidar novos palestrantes que possuam bibliotecas, frameworks, projetos open-source para participar. O Brasil é um grande seleiro de projetos open-source. Trazer palestrantes nacionais e internacionais para falar de suas bibliotecas é um estímulo para surgimento de novas bibliotecas.
  • No próximo ano, terá novamente o envio de certificado de participação. Por que 99% dos participantes desta edição de 2009 pediram um certificado. E nada mais justo para quem parou por dois dias para participar.
  • Aumentar a capacidade do Connect Pro para 2x mais a capacidade atual.

Conclusão

Agradecemos aos 1.321 participantes que estavam lá prestigiando o evento durante os dois dias. Realmente vocês foram 100% e adoraram o evento. Retribuo o carinho recebido por todos vocês e divido-os com os palestrantes. Ano que vem tem mais.