Eventos/ Flex/ Flex 2 e Java 5/ Flex e Java/ JustJava/ Notícias

Palestrando no JustJava 2008

É com uma grande alegria expressa neste post que este ano estarei palestrando no JustJava 2008. Dois dias atrás recebi o e-mail dizendo que minha palestra foi aceita.
Minha palestra como é de prache será sobre Flex, com o título: “Adobe Flex para desenvolvedores Java”.
Será uma grande chance de chegar mais próximo da comunidade Java e mostrar os benefícios que o Flex podem proporciona aos seus projetos. Lembram que eu tinha escrito aqui.

Durante o evento estarei postando fotos e depois os slides da palestra.

E como é de comum, estou com 2 convites no popular voucher que dará gratuidade para 2 pessoas me acompanharem no evento, então resolvi fazer um mini-concurso cultural para quem quer ir ao evento de graça.

Responda nos comentários:

Por que você usa Flex e por que você gostaria de ir ao evento?

As respostas mais criativas ganham o voucher, acho que é a forma mais justa de distribuí-los.

Nota: Seja honesto, só coloque seu comentário se realmente você tem tempo e muita vontade de ir ao evento. Para que todos assim, tenham a chance de ir gratuitamente.

[Atualizado] Franciso Brianezi e Ebertom ganharam. Feliz para eles que vão acessar todos os 3 dias de evento gratuitamente com direito a tudo.

Dicas/ Flex/ Flex 2 e Java 5/ Flex 3/ Flex 3 Open-Source/ Live Cycle/ Notícias/ Open-source

BlazeDS alternativa open-source da Adobe para o LiveCycle DataServices

O BlazeDS é uma alternativa que a Adobe está liberando hoje para criar aplicações com push de dados e remoting itens fundamentais que existem no LiveCycleDS via RMTP.

Porém o BlazeDS não faz uso do RTMP mais sim um protocolo específico foi criado para ele já que o grande segredo de produtos como LiveCycleDS e FMS são vindos do RMTP.

Esta é uma das grandes notícias para a comunidade Flex mundial, já que temos visto outras alternativas open-source não pró Adobe sendo lançadas como é o caso do WebOrb e GraniteDS.

O BlazeDS é licenciado pelo LPGL v3. e terá seu código fonte disponível no primeiro trimestre de 2008.

Quem já tem uma versão developer do LiveCycle vai poder usar o BlazeDS gratuitamente para projetos comerciais usufruindo do poder do Remoting e do DataServices para push de dados de forma que é 10x mais rápido que qualquer SOAP ou XML.

Alguns já até testaram com o EventGateway do ColdFusion 8 standard e funciona bem rápido.

Para quem queser baixar a versão gratuita do BlazeDS, só ir na página do Labs da Adobe.

Christophe Coenraets, publicou sua visão sobre o novo lançamento da Adobe e os futuros planos.

Hoje o BlazeDS é distribuído apenas para a plataforma Java, a Adobe espera que depois que o código fonte estiver disponível, BlazeDS possa suportar outras linguagens.
Atualmente ele tem distribuições que foram testadas e funcionais para o Tomcat.

Caso você achar algum bug use o JIRA bugbase para reportá-lo.

Dicas/ Flex/ Flex 2 Charts/ Flex 2 e Java 5/ Flex 2 Open-source/ Flex para Gerentes/ Negócios/ Notícias

Adobe Flex Builder 2 original e gratuito para estudantes e faculdades

Incrivelmente como pensamentos bons tornam-se em coisas boas, hoje pela manhã em um curso que estou ministrando um dos meus alunos o Petter estava comentando comigo o fato da Adobe ajudar quem é estudante que não tem muita grana e que quer aprender a programar Flex.
Poucas horas depois Fabio Oliveira me envia um link sobre a Adobe tornar isso publicamente visto.

O que de fato é real?

Agora qualquer estudante pode ter licença do Adobe Flex Builder 2 ou qualquer faculdade de Tecnologia pode ter em todas as máquenas o Adobe Flex Builder 2 original.

Por que a Adobe tomou tal decisão?

Não é de agora que vêm-se estudando isso, ano passado a Adobe começou com um projeto piloto no Canadá e de imediato depois de ter lido sobre isso, eu conversei com o pessoal que estava organizando isso pedir para iniciar um projeto desse também aqui no Brasi. Mais sem sucesso, por que precisava esperar dar certo lá para depois vim por aqui.

Eis que graças a Deus e boa vontade do pessoal responsavel pela faculdade de lá, ajudar a adobe a adotar isso e fazer funcionar.

Ontem na palestra no CEFET em SP, eu comentei sobre essa possibilidade porém não falei expressadamente que seria real, mais que a Adobe tinha planos para isso.

Eis que hoje foi o anúncio geral e agora qualquer faculdade de tecnologia aqui no Brasil ou em qualquer lugar do mundo pode fazer os pedidos das licenças do Adobe Flex Builder 2 para serem instalados nas máquenas e também qualquer estudante vinculado à qualquer faculdade seja federal, estadual ou particular pode também pedir sua licença à partir de novembro que é quando o projeto começa.

O que marca isso na história do Brasil e na história da tecnologia Adobe Flex?

Isso sem dúvidas é um marco histórico que a Adobe está fazendo para a tecnologia e principalmente pela primeira vez na história (adobe/macromedia), um estudante ou faculdade não vai mais precisar desenbolsar para usar o Flex.

Na história do Brasil, para os que ainda não sabem nós somos a maior comunidade Flex fora dos Estados Unidos que usa Flex como ninguém. O que fortalecerá mais ainda o uso da tecnologia em classes de base que são sem dúvidas os cursos de Ciências da Computação, Tecnologia da Informação, etc, em fim os cursos tanto técnicos como bacharel que tem-se nas faculdades do País.

Nossa, eu estou até vendo onde isso vai parar, Adobe Flex vai se tornar cada vez mais a #1 opção para construção de aplicações web no Brasil.

Quer ver na íntegra sobre a matéria? visite aqui.

Dicas/ Flex/ Flex 2 e Java 5/ Live Cycle

Criando aplicações Flex com Live Cycle 2.5

Para quem está tentando criar aplicações Flex não mais com o Flex Data Services e sim com Live Cycle usando o Flex Builder 2.0.1, precisa fazer alguns ajustes para conseguir funcionar, já que algumas classes do Flex 2.0.1 SDK mudaram de lugar e são partes integrantes do Live Cycle 2.5, uma delas é a Responder muito usada nessa integração entre os dois mundos.

Um dos erros que você vai ter ao tentar fazer uma aplicação rodar com Live Cycle é:

ERROR: Unexpected attribute ‘url’ found in ‘endpoint’ from file: services-config.xml

Como mudou alguns pontos e agora você pode rodar configurações sem precisar reiniciar o serviço, o Live Cycle precisa saber qual é o endereço exato da URI que será acessada pelo serviço seja ela tradução ou comunicação de push de dados. Veja abaixo como você pode configurar o Flex Builder 2.0.1 para usar os benefícios do Live Cycle 2.5, embora essa abordagem sirva apenas para lhe orientar e criar novos projetos baseados no Live Cycle ou JEE(j2ee), não utilize desse artifício para atualizar seus projetos com esse recente SDK, pode gerar vários erros, inclusive no quesito de uso do charts.

Como configurar?

1. Faça um backup da pasta Flex SDK 2, isso vale tanto para a versão plug-in quanto stand alone, geralmente para versão Stand Alone fica em “$:Arquevos de ProgramasAdobeFlex Builder Flex SDK 2” e para versão Plug-in fica em $:Arquevos de ProgramasAdobeFlex Builder plug-inFlex SDK 2.

2. Depois que você tiver instalado o Live Cycle, ou já tiver instalado vá na pasta onde ele fica, geralmente fica em $:lcds, procure pela pasta resources e dentro de resources tem uma pasta chamada flex_sdk, dentro dessa pasta contém o que precisamos que é o flex_sdk_2.zip, descompacte esse arquevo diretamente no diretório referente ao antigo que você fez no primeiro passo, lembre-se que tem que ser o mesmo nome da pasta “Flex SDK 2”.

3. Agora faça uma cópia da pasta lib que contém os arquevos de .jar que faz a compilação, a pasta lib que me refiro é a que representa toda a configuração para rodar uma aplicação que o Flex Builder ou plug-in version faz, se você usa o Stand Alone ela sempre fica em $:Arquevos de programasAdobeFlex Builder 2pluginscom.adobe.flexbuilder.flex_2.0.155577, ou caso você esteja usando a versão plug-in do eclipse, você pode copiar pelo diretório $:eclipseplug-inscom.adobe.flexbuilder.flex_2.0.155577

4. Copie a pasta lib de $:Arquevos de programasAdobeFlex Builder 2Flex SDK 2 para dentro da pasta do plug-in $:Arquevos de programasAdobeFlex Builder 2pluginscom.adobe.flexbuilder.flex_2.0.155577.

5. No passo 3, você copiou o diretório lib, dentro dele existe um arquevo chamado flex-compiler-oem.jar dentro da pasta lib que você criou no passo anterior.

6. Nesse caso como o Flex SDK que você copiou dentro da pasta resources do LCDS, ele não tem o Charts framework, caso você queira usar o charts repita os passos 2 e 3 mais apenas focando no arquevo charts.swc para funcionar.

Esse tipo de configuração vale para Live Cycle instalado junto com ( JBoss, Tomcat, JRun, ColdFusion 7.0.2 ou 8).

Flex/ Flex 2 e Java 5/ Live Cycle

Flex Stress Testing Framework

Nessas férias eu procurei me reciclar e tentar trazer o máximo de conhecimento possível para ser usado no meu dia-a-dia, e uma das coisas que eu tenho testado e estudado bastante é o novo LiveCycle Data Services ES(antigo Flex Data Services).

A Adobe decidiu não só mudar o nome mais também fazer a integração com sua plataforma existente que era o então só Live Cycle, fazendo hoje parte de uma solução para aplicações ricas na linha de aplicações em larga escala.

O Flex Stress Testing framework é uma parte de soluções do antigo Flex Data Services, mais que também funciona perfeito com Live Cycle, para testar canais de comunicação entre o Flex Client e o Servidor, devido o Live Cycle oferecer inúmeros canais de comunicação como RTMP, AMF, HTTP, o Stress Testing framework diferente de outras soluções que lhe dá apenas a opção de fazer testes equeparados apenas via HTTP ou tampouco conhecido por alguns do mundo Flash, AMF0. Ele te dá a opção de executar testes via AMF3 e data push com RTMP, assim com ele você pode testar tais conexões usando RTMP ou AMF3 sem precisar de softwares extras para capturar o que ocorre por trás dos mecanismos tanto de serialização/deserialização como também push de dados para multiplos aplicativos conectados.

Como ele funciona?

Basicamente é um pequeno servidor socket chamado de “Test Browser Server”,onde ele é responsável por conectar e chamar o arquevo principal para o aplicativo, tradutavelmente de .mxml, e comparar ou adicionar mais clientes conectados ao servidor para fazer o testes de balance de performace e verificar o quanto está sendo usado entre o Cliente e o servidor.

Uma coisa que eu testei e não está documentada é que o nível de melhor desempenho para o Stress framework é que ele trabalha melhor e coleta as informações mais precisas quando o aplicativo está sendo compilado em tempo de execução quando você faz o request pelo navegador e o Live Cycle gera para você o .swf final. A Adobe deve fazer uma atualização em alguns pontos sobre isso já que ainda está em beta.

Faça um teste no Stress Framework
, vale a pena testar os benefícios ainda não tão bem explorados que o Live Cycle pode proporcionar.

Dicas/ Flex/ Flex 2 e Java 5/ Notícias

Desafio Nacional Adobe Flex o Adobe Flex derby Brasileiro

Opa, é com muita alegria que anuncio a todos os leitores desse blog, amigos, colegas, parceiros, etc. O primeiro Concurso nacional de Flex no Brasil, Matt Chotin o Product Manager do Flex, já avisou em seu blog nessa madrugada. Passei a noite em claro testando tudo para estar funcionando perfeitamente. Tive alguns atrasos devido a outros compromissos que me fizeram tardear o anúncio do mesmo.

Bom de qualquer forma, queria agradecer a todos os participantes da Flex-Brasil que faz dela uma ótima lista de discussão. O concurso conta com vários brindes para premiações, inclusive 2 licenças do Flex Builder 2 e 2 cursos oficiais de Flex na ENG de São Paulo, entre outros que podem ser vistos aqui.

Participem começou hoje as 8:00AM dia 13/07/2007 e vai até as 14:00 do dia 02/10/2007 na mesma data que é no segundo dia do evento MAX2007.

Peço à todos os amigos que nos ajudem, se tiver blog, comente sobre o desafio, se participa de outras listas divulguem, fiz o máximo e removi montanhas para que isso pudesse ocorrer e lógico sempre com a colaboração de amigos, parceiros que consegui durante todo esse tempo, essas pessoas são incríveis.

Usem nosso kit de banners para blog e site no menu de “Suporte”.

Saiba mais no site do desafio . www.flexbrasil.org/desafio

Dicas/ Flex 2 e Java 5/ Flex 2 Open-source/ Granite Data Services

Granite Data Services – Java + Flex

Não sabia do link mais recebi de um leitor do blog em um dos comentários sobre o Granite Data Services, Muita gente já me perguntou como instalar e todas as vezes envio um e-mail sempre que deixo explicando como instalar, Agora aconselho a todos, visitem o Tutorial do Eduardo Dias, ele escreveu um artigo bem polido que trata justamente isso. E vamos ajudar a crescer o GDS.

http://edias.com.br/2007/05/16/instalando-o-graniteds-data-service/.

Parabéns Eduardo. Ótimo artigo.

Flex 2 e Java 5/ Flex 3 Open-Source/ Granite Data Services/ OSFLash

Slides da palestra – OFLA #2

Foi uma ótima experiência como palestrante na maior conferência para o mundo open-source da plataforma Flash, pela segunda vez fiquei bastante alegre pelo número de atendentes durante todo o dia 838 pessoas ao redor do mundo participaram da conferência.
Melhor ainda foi ter visto inúmeros brasileiros lá, obrigado a todos que estavam lá. A conferência sem vocês não teriam sentido algum, vocês realmente agitam.

Para quem por algum motivo perdeu a confência, ela foi gravada e pode ser acessada, veja os links abaixo:

Aral Balkan – Keynote Speech
https://breeze.itap.purdue.edu/p53406718/

Ralph Hauwert – Papervision 3D
https://breeze.itap.purdue.edu/p83105421/

Aral Balkan – SWX
https://breeze.itap.purdue.edu/p62103321/

Nicolas Cannasse – Haxe Programming Language
https://breeze.itap.purdue.edu/p22188329/

Firdosh Tangri – ASWing Component Framework
https://breeze.itap.purdue.edu/p20838194/

John Grden – The Red5 Project
https://breeze.itap.purdue.edu/p20388149/

Igor Costa – Flex Applications using Flex 2 SDK and Granite Data Services and Conclusion
https://breeze.itap.purdue.edu/p19208031/

Slides da minha palestra podem ser feito o download aqui.

Saiba mais detalhes aqui.

AS 3.0/ Dev. Software/ Flex/ Flex 2 e Java 5/ Flex 2 Open-source/ OSFLash

Palestrando na segunda conferência Open-source para plataforma Flash

Dia 15 de junho desse ano,estarei novamente palestrando na conferência mundial para soluções open-source do mundo Flash Player.

É uma ótima experiência vivida, já que esta é a segunda vez que estarei palestrando, o time de palestrantes segue em ritmo excelente e com toda certeza será novamente um grande sucesso como foi a primeira edição do evento.

Lista dos palestrantes.

Aral Balkan

John Grden The Red5 Project

Firdosh Tangri ASWing Component Framework

Ralph Hauwert Papervision 3d

Cortlandt Winters OpenLazlo and comparisons between Laszlo, Flash, Flex and Haxe/Actionstep.

Nicolas Cannasse Haxe Programming Language

Igor Costa Flex Applications using Flex 2 SDK and Granite Data Services

Vou está palestrando sobre o Flex lógico e o uso do Granite Data Services que é uma alternativa open-source para o Flex Data Services, que ainda não tem suporte ao Flex Messaging mais logo em breve terá.

Espero que vocês Brasileiros possam também está presente e comparecer ao evento, será distribuído via Adobe Connect então em qualquer lugar você vai poder assistir a palestra.

Quer saber mais e ficar por dentro ? visite o site do mundo open-source do Flash. OSFLash.org.

Conto com a presença de vocês.