Flex/ Flex 3/ Flex 3 para Flex 4/ Flex 3 SDK/ Flex 4

Flex 3 para Flex 4: Namespaces

Houve uma grande polêmica quando estavam fazendo o novo Flex 4 à mais ou menos 1 ano atrás. Quando estavam falando dos novos namespaces e prefixos. Melhorou um pouco do que eles haviam criado devido a comunidade de desenvolvedores reclamarem por causa do problema, eles voltaram atrás e fizeram direito.

No Flex 3 você tem apenas 1 namespace original para criar aplicações Flex, que é:

1
xmlns:mx="http://www.adobe.com/2006/mxml"

Ele define tudo que seu aplicativo precisa para acessar componentes e classes originais do Framework em seu todo.
Só que agora é que vem um grande diferencial do que você estava acostumado a fazer no Flex 3 para o Flex 4. No Flex 4 tudo mudou, temos agora um namespace para cada parte do SDK, isso se da ao fato que temos agora uma nova forma de criar interfaces no Flex 4, através de Skins e o Flash Catalyst é um grande influenciador nesse sentido, além dos seus próprios namespaces o SDK do Flex 4 em sí, vem com vários namespaces pré-definidos, então para não prolongar mais e mais, focarei apenas no SDK.

No Flex 4 temos os seguintes namespaces:

1
2
3
xmlns:fx="http://ns.adobe.com/mxml/2009"
xmlns:s="library://ns.adobe.com/flex/spark"
xmlns:mx="library://ns.adobe.com/flex/mx"

Tais namespaces representam cada parte do SDK por completo, os novos componentes do Flex 4 ficam no namespace com prefixo S, e os elementos core do SDK ficam no prefixo FX. Já os conhecidos componentes do Flex 3 continuaram no pacote de prefixo mx.

Cada namespace tem suas próprias propriedades, estilos, efeitos e vez ou outra você pode ficar empacado em achar que funciona no Flex 4, muito cuidado nesse aspecto por que mudou muita coisa mesmo para componentes do Flex 3 funcionarem perfeitamente no Flex 4.

Então uma aplicação típica no Flex 3 ficaria assim:

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
< ?xml version="1.0" encoding="utf-8"?>
<mx :Application xmlns:mx="http://www.adobe.com/2006/mxml" layout="absolute" >
 
 
	</mx><mx :Script>
		< ![CDATA[
 
 
		]]>
	</mx>

No Flex 4 uma típica aplicação ficaria assim:

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
< ?xml version="1.0" encoding="utf-8"?>
<s :Application xmlns:fx="http://ns.adobe.com/mxml/2009"
			   xmlns:s="library://ns.adobe.com/flex/spark"
			   xmlns:mx="library://ns.adobe.com/flex/mx" minWidth="955" minHeight="600">
	<fx :Declarations>
	</fx>
 
	<fx :Script>
		< ![CDATA[
 
		]]>
	</fx>
</s>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *