Pessoal

O que todo desenvolvedor Brasileiro deveria ter

Ao ler esse artigo escrito em 2010, ignore erros de português; Eu o escrevi em um tablet em um vôo de SP para Petrolina. E a emoção de escrever e não editar é um fracasso que todos estão sujeitos à possuir.

Você pode até ter pensado em softwares, dicas, mvc, etc. Não nada disso. Ao contrário disso, é umas dicas de interesse comum para fazer você valorizar não só seu trabalho, mais cada centavo que você ganha na ardua vida de desenvolvedor.
É sabido que no Brasil, temos diferentes culturas, diferentes custos de vida, diferentes perfis profissionais e consequentemente diferentes salários para a mesma função. É justo ter isso por que mantém o equilíbrio na economia nacional e local.
Então, 5 anos atrás eu decidir tomar um novo rumo, gastar menos e ganhar mais. Como desenvolvedor, esqueça você nunca vai chegar a ficar rico nessa área, pode ter uma vida boa, viver confortavelmente, levar a patroa para passear com as crianças e até mesmo comprar aquele automóvel lindo que você queria pagando ai em LEASING ou CDC.
Comecei a jornada em 5 anos atrás e hoje eu já vi e sinto os reflexos do que eu conquistei trabalhando muito menos e ganhando muito mais. Como não sou egoista, aqui vai minhas sinceras dicas que apliquei a mim, não sei ao certo se vai funcionar com você, comigo estão funcionando:

Paciência

É um ingrediente chave para seu sucesso como desenvolvedor. Sem ela você poderá comer o pão que o capeta amassou. Quando me refiro a ela, me refiro a ter cautela em declarações feitas ao cliente e/ou ao empregador. Não tome decisões furadas ou mude de emprego por causa que vai ganha R$500,00 a mais em seu salário. Eu ja vi gente fazendo essa estúpida decisão e depois ficar desesperado.
O segredo de tudo é ser paciente; Sabe aquela história que todos falam mais ninguém prevê “…Pense 2 vezes antes de fazer isso…”. Leve ela à sério. Uma decisão tomada erradamente vai te prejudicar para o resto de sua vida e de quem está ao seu lado (para os casados).

Seja Esperto

Não imagine querer passar a perna em alguém jamais. Quando eu me refiro a ser esperto eu me refiro a não sofrer uma rasteira de um trabalho freelancer que você pegar. Nosso país tem a famosa fama “Ô mania de brasileiro de sempre querer ter vantagem”, isso é um tabú. Sabendo disso faça a coisa certa. Fale sempre a verdade para seu cliente, mesmo que você tenha que devolver o dinheiro e ficar no prejuízo. A verdadeira importância do negócio não estar em apenas ganhar e sim em saber perder. Se você só pensa nos ganhos financeiros e não na satisfação do cliente/empregador, você precisa de tratamento.
Provavelemente você se pergunta, então como posso ser esperto? Simples, faça tudo em contrato recíproco. Aquele tipo de contrato que ambos saem ganhando em segurança, trabalho e valores. Um contrato de uma via só onde só você ou o cliente/empregador sai ganhando, vai dar em processo ou até pior virar uma merda.

O contrato que mais se encaixa em projetos gerais é o contrato de escopo negociável. Ele é justo nesses casos e vai te ajudar a tirar a indecisão de “fiquei na dúvida agora”.

Organize seu tempo

Quando se é solteiro, viramos madrugadas afora conectado no PC, onde maior parte do tempo gasto é em MSN, Gtalk, Twitter, Youtube. Vai dizer que não é assim? Só que quando você casa, a mulher quer atenção, ai vem filhos, etc, a coisa muda de cenário. Você sendo honesto consigo vai ver que não tem como fazer mais isso. Então provavelmente das 24 horas que você tem você gasta 8 horas dormindo, 4 horas em refeições, 5 horas com a patroa/filhos e 6 horas de tempo livre. É tempo bastante para se divertir com o que você gosta. Falta 1 hora né? Gaste com excercícios físicos.

Eu tenho um amigo Thomas, sempre que converso com ele me divirto. Ele sempre está “Atolado de freela”. Nunca está disponível para um rolé no shopping com os amigos, filmes etc.Estou sempre reclamando com ele, por que do tanto que ele trabalha deve ser milhionário não é Thomas? (Tô ferrado se ele ver que escrevi isso).

Organizando seu tempo você vai criar tempos livres que aconselhavelmente serão gastos em estudos. Uma hora livre pode não parecer nada. Agora tente passar 1 hora em um avião e você vai ver quão longo é 1 hora.

Especialista vs. Generalista

Falar nisso é tabú na certa e você vai descordar antes mesmo de começar a ler o resto. Essa idéia de ser um expert em uma só linguagem de programação é furada na certa. A cada 18 meses sua linguagem de programação vai ganhar outros concorrentes que nem mesmo você esperava. Então adapte-se. Seja um expert naquilo que você sabe, porém aprenda outras linguagens de programação. Não que você possa precisar um dia. Mais no dia que o cinto apertar você precisa folgar ele. E para folgar você precisa saber como. Como? Você ja sabe, escrevendo código para empresa/clientes.

Não amole muito nesse ponto, Seu cliente não liga a mínima em que linguagem você escreveu, ele vai dar a máxima se ele ficou satisfeito com o resultado final, se a experiência do usuário do sistema/site dele foi ótima e se o sistema funciona. Então, qualquer linguagem isso é aplicável, indepentende do que você vai ou pretende fazer, desde que saiba o que está fazendo. Ficou na dúvida, então procura por amigos, conselheiros, google. Em todos os casos alguns desses vão te ajudar.

Esqueça Trends

Trends são passageiros e tem muito aspirante a desenvolvedor que me envia e-mail perguntando “Sai da faculdade agora, em que devo investir”. Se você saiu da faculdade e ainda não sabe. Você tem 90% de chance de trabalhar em outra área que não seja na área que você estudou. Então não tenha a idéia de “maria vai com as outras”. Não se baseie em sucessos feitos por desenvolvedores de ipad,iphone que ficaram ricos da noite para o dia “From rags to Rich”. É casos raros e acaba com sua carreira. Então como é que se faz? Você sempre tem um amigo bom de programação, em qualquer das linguagens, se você gostar do que ele faz, é melhor segui-lo. Ou não! Ler um blog pode lhe influenciar, se você se sente bem ao ler um determinado blog, veja o que aquele desenvolvedor faz e tente segui-lo. Então nesses casos eu não tenho uma receita certa, eu vou pelo meu instinto.
Foi o que aconteceu em 2004. Falei que o Flex iria decolar, aqueles que me segiram na época hoje eu mal vejo, todos estão com seu próprio negócio e de bem com a vida, pelo menos eram 10 e da para lembrar de todos não é Brianezi?

Ajude para ser ajudado (Adicionado depois de 1 hora publicado esse artigo)

Gosto muito de uma frase que se diz “O verdadeiro sucesso é quando você ajuda as pessoas a atingirem seus sonhos de criança”. Essa frase foi de Randy Pausch quando ainda era vivo.
Existem vários tipos de ajuda, independente do que ela se trata. A vida é páginas de um livro, a folha que você acabou de virar é antiga, a nova sempre é uma descoberta. E tem muita gente nova querendo aprender, e por falta de experiência as vezes faz perguntas bobas ao seu ver. Porém não ignore-o, ajude sempre que puder, tenha em mente que você ajudando aquela pessoa ela de um certo modo vai lhe admirar por muito tempo e até lhe indicar para trabalhos futuros, por que ela vai lhe enxergar como uma referência profissional para ela, o que acaba completando o que escrevi antes “Esqueça trends”.
Ajudar não vai doer ou diminuir seu tempo. Vejam o caso do Vedovelli, Ele é um blogueiro que virou empresário e montou sua própria empresa. Só que você que chegou agora, pode imaginar que foi da noite para o dia, porém levou-se anos dedicando a ajudar as pessoas, blog, emails trocados, etc. E olha onde ele está hoje. Duvido que lhe custou fazer isso. E também duvido que ele fez isso pensando apenas no retorno. A ajuda em boa hora salva uma pessoa ou uma equipe. Não só o Vedovelli como exemplo, existem vários outros por ai, como o fundador da Boo-box o Marcos, O Daniel criador do pag-seguro. Em resumo eu lhe digo que a vida é uma caixa de surpresas boas, não veja apenas pelo lado bom, tem ruins, e mesmo assim elas continuam sendo boas.
Como assim ruins sendo boas? É fato que agente não gosta de erros, coisas ruins, percas. Porém aprenda com ela. Dizem lá pela China que o ontem é passado, o amanhã é um mistério e o hoje chama-se presente por que é uma dádiva. Então aproveite seu tempo de dádiva plantando coisas boas.
Pode ser blog, participação em lista de discussão, comentário construtivo sobre um trabalho feito, não trollagem, falo em construção de pensamento do autor de cada email, post etc. O que não vale é confundir boa vontade de alguém com pedidos de ajuda em msn, skype, gtalk etc. O google é feito para isso, basta saber fazer a pergunta, o que muita gente esqueçe disso as vezes. Então antes de perguntar, estude sua pergunta, vai que nesse estudo de pergunta você não acha sua resposta.

Valorize seu salário ou recompensa

Não conheço 1 desenvolvedor que tenha o saco da satisfação cheio com o salário que ganha. Duvido que você conheça. Na pior das hipóteses ele vai tentar completar a falta de $$ com freelas e acaba esquecendo de viver. Primeira dica que eu dou nesse quesito é “Não reclame do seu salário”. Não é que você ganhe mal, você é que gasta mal seu dinheiro, com coisas bestas. Não estou falando em ser mão de vaca ou “canginha” como se dizem em Pernambuco. Estou falando em saber gastar seu dinheiro. Com bobagens eu nunca gasto. Quais são as bobagens? Trocar de computador todo ano, comprar coisas que você vai usar no primeiro mês e depois esquecer. Eu já fiz isso, comprei um Nokia E72 e usei 1 ano, depois largei de mão e passei para frente. Fui burro, de nada me serviu ele a não ser me deixar mais pobre por que eu ligava constantemente para namorada(hoje esposa).

Como valorizar aquilo que eu ganho? Economise e compre Ativos, sabe o que são eles? Aquele tipo de coisa que você compra e vai te dar lucro em um médio período ou em um longo período. Se dé, economise para comprar Apto, terrenos, ações na bolsa. Falando em ações hoje é simples fazer isso.
Calcule comigo:

Fulano desenvolvedor ganha mensalmente R$2.500,00.
Descontos em impostos direto na fonte: R$330,00
Ele gasta com aluguél + àgua + energia + internet = R$650,00
Ele gasta com compras de mercado para ele e esposa R$500,00
Ele gasta o resto da grana com coisas bobas = R$1.020,00
E 4 dias após receber o salário ele já fica liso.

Agora se ele levasse a sério o item “Seja esperto”. Ele usaria a lógica switch. Juntaria e compraria novos empreendimentos na cidade, geralmente um terreno 10×20 custa na faixa de seus R$6mil reais em novos bairros. Ou em ações que rendem no mínimo 20% ao ano (Ora é melhor que poupança).

Então, ele pegaria R$400,00 reais mensais e aplicaria em uma ação ON, tipicas ações como Petrobras, Vale, HP, etc. Em 1 ano ele teria:

Ganhado o salário bruto R$30.000,00
Com salário líquido de R$26.010,00
Investido em ação ON R$4.800,00
Tendo uma taxa de valorização em 20%/ano : R$960,00
Valor total disponível depois de 12 meses de investimento R$5.760,00

Desse valor ele pegaria e compraria um terreno em um bairro pobre de seu municipio. Em 4 anos esse mesmo terreno estaria custando 40% até 50% mais caro do que ele comprou.
Então ano após ano ele faria isso e depois de 10 anos de experiência no mercado ele teria 10 terrenos valendo em média cada R$10.000,00 o que lhe daria R$100.000,00 de patrimônio.
E ele só precisou economizar anualmente R$4.800,00 e lucrou 110% sobre o mesmo período.
Então pergunto a você, você ganha pouco? Ou não está sabendo gastar o que ganha? Eu fico com a segunda opção.

E se caso não te interessa esse tipo de assunto, você pode investir em Ativos fixos, como: Comprar equipamentos como celulares, notebooks, pc, para trabalhar e em um certo período tirar o investimento feito, que foram trabalhados na sua aquisição. O que muita gente acha caro comprar um celular para criar aplicativos em média R$2k e um PC bom por $5k. Você pode tirar em um trabalho até 3x o valor que você investiu, então portanto o que você comprou se paga.

Todo esse exemplo acima é enxergando da maneira mais bizarra possível, ou seja sendo excessivamente pessimista.

Essas são minhas pequenas e sinceras dicas para todo desenvolvedor, seja ele do HTML até o assembly. A vida é curta demais para você ficar baixando torrent e não investir. E você mais alguma dica? sugestão? Queria ouvir de você também sua experiência.

24 thoughts on “O que todo desenvolvedor Brasileiro deveria ter

  1. Ótimo post Igor. Realmente são dicas muito boas, acho que o que mais falta pra um desenvolvedor é disciplina pra se organizar dentro de tudo isso.

    Um Abraço.

  2. minha dica é pra você que não gasta demais com bobagens e está com um dinheirinho sobrando todo mês…
    ai vem aquela idéia magnífica.. vou comprar um carro!!

    gostaria que nessa hora eu tivesse voltado do futuro pra me impedir.. o pior passivo que eu já comprei foi um carro usado.

    além de te deixar praticamente preso ao financiamento existem custos como manutenção, seguro, e muitos muitos outros…

    então amigos a não ser que não haja outra alternativa mesmo, evite um carro.
    e se não houver outra opção, prefira um carro 0km bem popular, econômico e com manutenção barata.
    Fuja dessa cultura que para sermos bem sucedidos precisamos de um carrão.

    pense em outras opções, more próximo ao trabalho, use táxi pra sair com a esposa, va pro trabalho de bike, etc.. isso vai te poupar milhares de reais por ano.

  3. ótimo texto igor, me fez refletir um pouco mais sobre o meu tempo,em saber administrar e fazer menos tempo render mais e saber priorizar o que realmente é importante 😉

    e o que mais afirma o que venho pensando já um bom tempo…

    “Como desenvolvedor, esqueça você nunca vai chegar a ficar rico nessa área”

    acho que por isso muitos passam por essa profissão, depois mudam para analistas, líderes, gerentes, donos de empresas de prestação de serviço. (me refiro ao desenvolvedor gerador de código fonte)

    Cumps. e obrigado por esse artigo!

  4. Cara concordo com vc plenamente. To começando nessa vida e ainda preciso de orientação sobre investimentos etudo mais. Só que o que já busquei praticamente todo mundo fala que é bom negócio.

  5. Rapaz, perfeito o seu texto. É o tipo de coisa que eu demorei também a perceber. É difícil se adequar a essa visão mais “inteligente”, principalmente porque as coisas se realizam a longo prazo, na maioria das vezes. Mas com paciência e disciplina, é possível, com certeza.

    Sucesso!

  6. Ola Igor eu concordo com a maioria das coisa que vc escreveu e ainda acrescento mais tres coisa.
    Primeiro lembres-se do velho ditado o “barato sai caro” eu digo isso por experiência própria, não compre por impulso, analise compare, faça uma analise veja se o produtos vale a pena, e se preciso for espere um pouco antes de comprar guarde o dinheiro e compre a vista se possível for assim podera pedir desconto e não vai ter dividas futuras.
    Segundo compre sempre que possível for Livros, este é um professor que sempre ira ter ajudar tanto nos estudos quando no trabalho.
    Terceiro sempre tenha “Foco” tanto no trabalho quanto nos estudo isso lhe ajudar.

  7. Parabéns pelo post Igor, é realmente isso que deve ser feito. Levei um tapa quando falou sobre horas conectado no PC. Porém infelizmente algumas empresas pagam pouco, não que seja problema delas, mais sim da região onde o piso salarial é baixo, mais nem por isso justifica o gasto com coisas superficiais. Abraços, e parabéns mais uma vez.

  8. Concordo com bastante coisa que o Igor falou, principalmente em ser tecnologicamente agnóstico. Recentemente habilidades que não são meu forte livraram meu rabo. o/

  9. Agora que vi a menção, Igor! Obrigado. Eu as vezes me recrimino por não ajudar tanto quanto antigamente, mas é que com o conhecimento, veio a necessidade de ganhar grana com ele, o que me deixa sem tempo para ajudar os outros! Espero que o conhecimento que tá no blog ainda esteja ajudando às pessoas. Abração!

  10. Excelente texto! Parabéns pela iniciativa em compartilhar grandes ensinamentos para novos e veteranos na área. Só precisa melhorar um pouco no português. Alguns erros crassos. Abraços.

  11. Ai cara,
    muito legal o post.
    Parabéns … já estou economizando … desde janeiro…mas ainda não sei com o que vou investir… não gosto muito da ideia de terreno mas estou procurando !!

    Valeu !

  12. Muito bom esse texto, se eu tivesse visto antes, não teria
    feito a burrice de entrar numa prestação de 60x, em um carro novo, sendo que eu já tinha um carro que já me atendia, tudo isso por que recebi um aumento de 300 conto no meu salário, poderia te investido em alguma coisa

    abraço

  13. Igor, primeiro parabéns pelo post. E tenho que concordar em todos os pontos.

    Comigo foi assim também, realmente é esse o ponto, às vezes deixando de fazer algumas coisas bobas, gastar em coisas bobas, a gente tem de pensar no custo benefício, o que isso vai agregar ou trazer. Não que não gaste às vezes, afinal ninguém é de ferro. Quando começei a trabalhar aqui em sp, aprendi a investir dinheiro com meu gerente e depois de 6 anos conquistei minha casa, claro financiando uma parte, ou seja com aumento que recebi a pouco tempo atrás continuo investindo e com o dinheiro que pagava de aluguel pago as prestações. Resumindo é isso mesmo galera, leiam o post, são 10 minutos de sabedoria e aprendizado.

    Abs a todos

  14. Você falou a pura verdade, o problema é q as vezes como você deixou explicito no seu post, temos que errar e gastar dinheiro a toa para sentir a falta e dar valor.
    Realmente apesar de ter pouca experiência com desenvolvimento cerca de 3 anos não consigo mais me ver sendo pedreiro da obra de uma fabrica de software e afins.
    Tanto pela mal remuneração quanto pela perca de qualidade de vida.
    Tem muitos nichos de mercados que as grandes empresas não conseguer enchergar pois elas só veem os grandes negócios e de pequenos negócios aqui e ali podemos viver muito bem mesmo, se soubermor montar uma empresa e forcar nos nichos mal atendidos pelo mercado de software.
    Tão bem quanto e até melhor do que Arquitetos de software com certificações de peso e fluência em linguas estrangeiras.
    E o melhor de tudo vivendo como você disse Igor, saindo com a familia curtindo as namorada,amigos e tudo mais!!!

  15. Malandro que texto!!
    Cara, eu não curto muito ler textos longos sobre esse tipo de assunto, textos longos pra mim só se forem tutoriais e etc… mas você mandou muito bem, eu sou um leitor novo aqui e te asseguro que você ganhou um assinate dos seus Feeds por conta desse texto.

    Parabens 😉

  16. Igor,

    Muito bom o post. Bem, como experiência eu deixo aqui o relato de minha decisão de morar ao lado do trabalho (isso mesmo, o prédio fica à 10 passos). Morava com a família e uma região distante, em média 01h30 de transporte público precário, engarrafamento e estresse, veio a idéia de comprar o carro, mas até então este só me daria mordomia em alguns momentos, pois além do engarrafamento, eu teria mais custos além das prestações. Sendo assim, foi decisivo, moro do lado do trabalho que fica no centro, a mordomia do carro foi pro taxi e os custos com certeza foram muito reduzidos quando na ponta do lápis. Investimentos sempre foram a minha praia, muito vem do fato de meu pai, família no geral, ser de comerciantes, então nesse ponto tive vantagens, mas apenas em conhecer como fazer, porque quando a coisa é sua é diferente. Quando você fala de tempos conectado, essa é umas das coisas que mais comento com os amigos, as pessoas perdem horas valiosas com coisas. Atualmente eu vejo as pessoas com uma sede de tecnologias que começam certos clichês do tipo “você não tem conta nessa rede social?” e quando se vê o que poderiam fazer nesse tempo, é triste. Outro dia me perguntaram se eu já havia usado o avaliador de não lembro o que agora do twitter, perguntei o que isso mudaria na minha vida? Me respondeu que era para ver a minha eficiência no twitter… Perguntei porque devo ser eficiente no twitter? Enfim… A era conectada que vivemos mudou muito o ritmo de trabalho de muitas pessoas e são essas atitudes que devem ser trabalhadas. Em certos momentos é visível porque antigamente conseguia-se fazer as coisas de um modo mais eficiente. Outro dia lembrei que houve uma febre de pomodoro, uma técnica criada em 1980, mas que agora veio ser importante porque muitas áreas estão afetadas pelo mau uso do tempo de trabalho. Ai para tentar reverter esse mau uso do tempo, recorrem a técnicas do tipo. Ai me pergunto: E como realizava o trabalho? Enfim… Seu post levanta muitos assuntos que são importantes para o sucesso o que o torna muito bom. Um livro que deixo como dica para leitura é Segredos da Mente Milionária de T. Harv Eker onde trata muito bem como lidar com relação de custos, ativos e tempo.

  17. Igor, parabéns pelo texto, concordo com algumas coisas que você falou, foram direto ao ponto. Porém, como já comentado por um dos colegas acima, o seu português está lastimável. Quer uma sugestão? Melhore o seu português, idéias boas você tem, parece ser um ótimo profissional, mas cometendo erros crassos de linguagem como esses, fica difícil passar credibilidade aos leitores. Pense nisso. Um abraço.

Deixe uma resposta para Estevan Diedrich Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *