Pessoal

Programando à própria sorte

errors

É dificil imaginar que sem um bom editor de texto você dificilmente escreveria uma ótima poesia, na mesma proporção escrever um bom código sem editor seria um desastre a nossa altura.

[quote style=”1″]Já que código é poesia por que precisamos de processadores de textos, códigos?[/quote]

Querendo ou não você esqueçe que faz parte da raça humana errar e errar feio. Fazer cagadas, mexer onde não se deve, errar e continuar errando. A arte de errar é fantástica e o fracasso é mãe da perfeição.

Programar não é arte é uma obrigação, assim como aprender matemática, física, química, biologia, filosofia, cozinhar, costurar. É necessária para nós que vivemos em nosso meio digital criar coisas, ferramentas, desvendar as novidades hora outra nunca exploradas.

Você já imaginou que em sua longa carreira de 20 ou 25 anos em TI, quantas ferramentas você já fez e impactou milhares ou milhões de pessoas? Quantas APIs, SDKs, Bibliotecas, códigos você já colaborou significantemente para a sociedade de desenvolvedores?

Sempre que eu abro meu navegador eu executo as tarefas por padrão de visitar os meus 10 sites mais favoritos, Gizmodo, NYT, Wire, Hack a Day, Makezine, Dzone, LinkedIn, Facebook, Stackoverflow, Github. Todos eles me ensinam valiosas lições diárias, eu gasto uma média de 1 hora ou 2 horas navegando neles todos os dias, se antigamente tinhamos o hábito de ler jornal toda manhã esse hábito permanece comigo só que de uma forma digital.

Existem diversas ferramentas que lhe proporcionam melhorar seus erros, digamos torna-los menos eficientes no seu dia-a-dia.

drawing-cd-header

Analisando bem, se você notar, verás que tudo depende de dois fatores, tempo e habilidade.

O tempo é crucial, todo mundo quer mais tempo em menos tempo, e suas habilidades precisam estar afiadas para os tempos que temos hoje. É por isso que você deve ficar atento ao que há de mais novo no mercado, colaborar onde outros erraram e ajudar onde se deve.

Sempre que começo com um novo projeto eu dificilmente começo já pensando em Testes unitários, integração contínua, melhor tecnologia para X ou Y. Eu começo pelo lado oposto do problema. Quem vai usar? Qual é o negócio principal será afetado? Esses tipos de perguntas você deve se perguntar antes de começar caso seu projeto não tenha esse tipo de definição.

Tarefas à serem feitas, Pomodoro, Kaban, XP, tudo isso é para lhe organizar, fazer você errar menos, e é a natureza bonita da coisa de programar. Capriche nos seus erros, quando for aprender, aprenda primeiro pelos erros mais comuns existentes naquela tecnologia específica.

Pense como um Hacker de código, o que é falho e como você pode melhorar, o que é elementar e o que não é, se você pensar que pode resolver tudo em uma só linguagem de programação, esqueça, você não nasceu para isso, afinal programar é uma arte do diabo, dificil de acertar e de deixar eterna como uma obra de Da Vinci, o que você faz hoje será perdido total sentido daqui 2 anos. Quer que eu prove que estou certo? Abra qualquer código fonte seu de 2 anos atrás, e você vai ver o quão errado você estava e como hoje você pode melhorar.

Experiência é isso, descobrir que nos seus erros há escondido o caminho para os acertos, e é bom assumir eles, por que ele vai definir o grau de habilidade que você tem para competir com seus próprios demonios.

É ai onde eu quero estar, sempre errando para aprender à ficar perfeito, é uma busca que só para quando eu morrer e queira Deus eu morrer imperfeito por que ao longo de minha vida estarei praticando os erros para nunca mais fazê-los.

Para completar meu texto, dê o play e deixe ele tocando no fundo enquanto você pensa sobre suas ações.

Texto inspirado em uma conversa com 2 novos brothers que conheci na Campus Party Recife.

3 thoughts on “Programando à própria sorte

  1. Caraca, muito bom!!!

    E o lance de navegar já aconteceu comigo em projetos anteriores. Me perguntaram pq GASTAVA tempo navegando e não produzindo… Respondi na lata que estava INVESTINDO tempo lendo e me atualizando… Isso sim é meu jornal digital tbm…

    Excelente post Igor…

    Abraços!!!

    • É verdade, é nessas horas que você ver o quão moderno você está hoje comparados à alguns anos atrás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *