Adobe AIR 101/ Flash/ Flash Builder/ Flash Player/ Flash Player 11/ Flex

Parâmetros para SWF version

air_2_lg.jpg.adimg.mw.138

Com uma atualização frenética e muito rápida, ficou dificil o compilador do Actionscript 3.0 acompanhar essa mudança, principalmente desenvolvedor.

Para tirar proveito dessas novas API, especialmente para o FP 11.x e AIR 3.x você precisa conhecer o parametro -swf-version, ele vai te salvar.

Esse parametro, força o SWF da app rodar na versão especifica do Player ou do AIR que foi compilado, tirando proveito das melhorias e principalmente das novas APIs.

[table style=”1″]
Parametro Flash Player Adobe AIR
-swf-version=9 9.0.115.0 Nenhum
-swf-version=10 10.1 Nenhum
-swf-version=11 10.2 2.6
-swf-version=12 10.3 2.7
-swf-version=13 11.0 2.7
-swf-version=14 11.1 3.1
-swf-version=15 11.2 3.2
-swf-version=16 11.3 3.3
-swf-version=17 11.4 3.4
-swf-version=18 11.5 3.5
-swf-version=19 11.6 3.6
-swf-version=20 11.7 3.7
-swf-version=21 11.8 3.8
-swf-version=22 11.9 3.9
[/table]

Para acompanhar cada release e ver o que vem de novo, basta seguir o link e salvar nos favoritos.

AIR 2.7/ AIR Mobile/ Flash Player

Adobe AIR 3.0 e Flash Player 11 Beta 2 já disponível no Adobe Labs

Cansado do Flash Player 10.3 e seus erros de HTTPS ?

Então prepare-se, por que além disso o Flash Player 11 vai vir bombando nessa versão. E não é papo de blogueiro não, juntei aqui algumas novidades que vai deixar muita gente com vontade de instalar ele antes mesmo de sair no mercado. Se você é desenvolvedor você já deveria ter instalado ele para testes.

Adobe AIR 3.0

Novidades que realmente valem a pena comentar

Stage3D Accelerated Graphics Rendering (desktop) — Stage3D (“Molehill”) é uma nova arquitetura para aceleração de hardware para renderização de gráficos criada pela Adobe. Stage3D tem API de baixo nível para habilitar gráficos avançados em 2D e 3D que funciona para múltiplas telas, como desktop, mobile e tv.
Ou seja,quem é acostumado com o OpenGL, softwares de 3D vai achar isso o máximo.

H.264/AVC Software Encoding for Cameras (desktop) — Transmitir agora sua webcam 720p virou real, o Flash Player agora dá suporte a isso, imagino as apps de video conferência utilizando isso em tempo real com uma qualidade excepcional. Vale lembrar que tem que ter banda de internet boa.

Native JSON (JavaScript Object Notation) — Suporte nativo a JSON, Uffa! até o JQuery tinha API o Flash Player tinha que ter.

Garbage Collection Advice — Melhorou muito, o lixeirinho querido dos desenvolvedores Flex/Flash, agora tem uma API que até agenda a coleta das informações.

Secure Random Number Generator — Muito bom, você pode gerar números random para encriptar banco de dados local, criar protocolos de comunicação seguras, Eu acredito que a Adobe adicionou isso ao AIR devido a Marinha Americana utilizar ele em alguns apps.

Native Extensions – Essa é uma das Maiores se não a Maior função revelação do AIR seja para Desktop ou Mobile a idéia do Native Extensions é gerar novas bibliotecas em C ou C++ para utilizar novas API. Ou seja é limitless, sem fronteiras.

Native Text Input UI (mobile) — Eles me ouviram, Eu havia postado isso como future request e não é que eles adicionaram, uma das minhas dificuldades em criar apps com AIR para Mobile era justamente em campos de texto, fica muito complexo a utilização das funções nativas que o dispositivo já possui no teclado, nada melhor que interagir com isso de uma forma mais nativa, mesmo programando em AS3. Onde você pode selecionar o texto, dar zoom no campo, pular de campo. E o bom disso tudo é que funciona em todos os dispositivos ( Android, Blackberry Tablet OS e iOs).

No Flash Player 11

Native 64-bit Support (Flash Player desktop) – Finalmente um Flash Player decente para quem tem Windows x64.

Quer ler todas as novidades? Leia aqui o release Notes

Flex/ Flex 4.5/ Flex Mobile Framework

Problemas para atualizar Flash Builder 4.5 para 4.5.1 ?

Você já tinha suporte nativo para criar apps para Android no Flash Builder 4.5, porém com o recém lançado 4.5.1 você não faz apenas Android, mas para ios e BlackBerry Playbook.

E isso tem atraído muita gente na esperança de criar apps Flex para mobile, tanto é que alguns colocam defeito no Flex, achando que só serve para Android, o fato é que se você não atualiza, você vai passar batido.

O grande problema é que para atualizar, muita gente acostumada com o Eclipse vai em Help > Search Product Update. Vai ver que não é bem por ai.

Especialmente no Flash Builder a Adobe em conjunto com a suite CS 5.5 criaram um mecanismo que se atualiza. Basta usar o menu corretamente.

help_flex

Siga os passos corretamente e você terá atualizado o seu Flash Builder.

Existem casos especiais que nem assim funciona, nesse caso você baixa manualmente o update e instala, Lembre-se de fechar o Flash Builder antes de fazer isso.
Acesse esse link e baixa a versão que corresponde ao seu OS.

AIR 2.7/ AIR Mobile/ Dicas/ Notícias

Adobe AIR 2.7 lançado e cheio das novidades

Informalmente falando, estou bem animado com as novidades do AIR tanto para Android quanto para iOS, a performance está incrivelmente melhor no iOS, bem que o Arno, gerente de engenharia do AIR falou no Flashcamp Brasil em sua palestra.

Recompilei 2 apps (jogos) que estavamos fazendo com o novo AIR 2.7 e está incrivelmente melhor, nada se compara a um código feito nativamente, mais está muito bacana.

E uma das funções novas que eu mais gostei, foi a possibilidade de mudar o AIR para o SD do smartphone, afinal ele tem 17mb que usa da memória interna e isso é um pé no saco, já que o Android usa dessa memória para rodar aplicativos múltiplos.

Adorei as novidades, você pode conferir todas aqui.

Baixar para Android, já está disponível no Android Market, se você tem aplicativo feito em iOS com AIR 2.5 ou 2.6. Recompile com o novo SDK, você vai me agradecer pelo resto da sua vida por essa dica, roda muito mais rápido.

Para Desktop só seguir aqui.

AIR Mobile/ Android/ Eventos/ Flash/ Flex/ Notícias

Aplicativo do Flashcamp Brasil agora no Android Market

Aqui na RIACycle a coisa tem tido um ritmo frenético, e aguentar esse baque é coisa para poucos, por isso passo pouco tempo aqui no blog como gostaria e havia prometido no inicio de 2011 que isso mudaria.

Felizmente não é por falta de vontade, é falta de tempo. Essa semana, ou melhor hoje lançamos no Android Market um aplicativo temático para todos os participantes do Flash Camp Brasil que acontece agora dia 8 e 9 de Abril.
header
02

O Aplicativo foi feito inteiramente em Flex 4.5 SDK utilizando o Hero Build que está disponível no Labs da Adobe, com algumas modificações extras que fizemos internamente para deixar ele mais maduro para o aplicativo.

O resultado desse trabalho de 3 dias duro, você pode conferir em seu dispositivo Android.

Recursos do Flex 4.5 SDK que utilizamos:

ResourceBundle para coloca-lo multiplo idioma
Bind de recursos
JSON para tráfego de dados
StageWebView e não google maps para os mapas, o Maps do google ainda não estão optimziados em sua biblioteca para o Flash. Então utilizamos o StageWebView com o Javascript V3 do API do maps para dar aquele tchan!
Usamos RTMP para o recurso de bate-papo. Utilizando RED5, você pode usar também o FMS
Recursos de 3D, tem 1 único efeito em 3D. A performance ainda é lenta, devido o Flex SDK não tem a opção de rodar parte dos efeitos na GPU
Persistencia com SharedObject para pequenas coisas
Persistencia com SQLite

A ferramenta utilizada foi o Flash Builder Burrito que está disponível no site da Adobe Labs juntamente com o Adobe AIR 2.6 SDK recém lançado.

AIR 2.0/ AIR Mobile/ Flex

Adobe AIR Launchpad, ferramenta útil para todo desenvolvedor AIR

Não tem idéia alguma de como criar uma aplicação Flex usando o AIR? Acredite segundo Homer Simpson, 1 em cada 3 desenvolvedores Flex, nunca, mais nunca usou ou criou um aplicativo AIR em sua vida.

Dessa teroria, tiramos duas conclusões, ou o marmanjo não manja muito, ou tem preguiça de configurar um aplicativo AIR do zero.

A primeira opção não tem solução rápida, você vai ter que melhorar e/ou vender água de coco na praia. A segunda temos o então útil Adobe AIR Launchpad.

O que é o Launchpad? É um aplicativo utilitário que vai configurar para você todas as opções possíveis que uma aplicação feita para o AIR possa ser criada, ele te ajuda a definir tudo que o Application descriptor do AIR possa suportar. Em suma geral, é um gerador de projeto.

O atual versão beta, além de te ajudar a criar essa estrutura, ele gera um arquivo de projeto para o Flash Builder, onde você pode facilmente importar.

Vamos a um passo-a-passo?

Supondo que você tenha já o Adobe AIR run-time instalado em sua máquina (versão 2.5) ok?

Primeira coisa que você deve fazer é baixar o AIR Launchpad do Labs da Adobe. Clique aqui e baixe.
airlaunchpad

A primeira tela que você vai ter do launchpad é essa ai que você está vendo. Você escolhe criar projetos para Mobile ou Desktop. Eu escolhi Desktop. Então a próxima tela é essa.
airlaunchpad2

Veja que eu coloquei algumas configurações ao meu projeto, por exemplo tamanho de 700×500, usar o recurso de auto-update e de resize.

Clique em Next e você vai direto para a aba de configuration. Nela você define outros comportamentos mais “avançados” para seu projeto AIR. Nessa parte ele não influencia no Application description, ele vai além disso criar algum código fonte já pronto para você. Olha que massa!

Eu escolhi as seguintes opções.

airlaunchpad3

Clique em Next e vamos adicionar mais alguns exemplos, na aba de “Samples”. Tem 10 opções que você pode adicionar ao seu gerador de projeto.

airlaunchpad4

Adicionei apenas 2 opções, Drag-N-Drop e usando o HTML Component, como é demonstração eu não preciso ir além disso.

A última parte do Launchpad é gerar a estrutura do projeto em sí, não só isso como também um arquivo de projeto para o Flash Builder. Um dos recursos extras como você ver na imagem abaixo é a possibilidade de gerar um Badge para meu projeto. Muitos esquecem de fazer isso, e simplesmente passa apenas o arquivo .air para amigos ou empresa instalar, o Badge é bom que fideliza e dá uma aparência profissional para seu projeto.

O Launchpad faz isso ridiculamente simples, tudo que você precisa é de uma imagem (215×100)pixels, seja ela PNG, JPEG, você basta arrastar na área demarcada por ele. Selecione depois o local onde você quer salvar seu projeto e clique no botão vermelho “Generate AIR Project”.

airlaunchpad6

Se você fez tudo certinho, então você vai ver essa tela acima, além do programa abrir o diretório contendo o projeto que você acabou de criar, com 1 diretório para o projeto e 1 projeto em .zip para você importar para o Flash Builder.

airlaunchpad7

Ok, eu particularmente deletei meu arquivo .zip e fiquei só com o diretório. Agora meu próximo passo é importar esse projeto para o meu workspace do Flash Builder e apertar o gatilho do “Run”.

Para isso, basta eu ir em File > Import > General > Existing Project into Workspace > Next.

E logo em seguida essa tela abaixo aparece, onde eu marquei a opção de selecionar o diretório onde estava o projeto gerado e lembrei de marcar a opção “Copy into workspace”. Assim eu consigo deletar da minha área de trabalho e não deixar ela poluída, guardando o projeto no local certo.

airlaunchpad8

E o projeto vai aparecer como uma luva em meu Flash Builder. Com os códigos gerados e tudo mais, fácil aprender AIR assim não é?

airlaunchpad9

Dica importante para quem usa o Flex SDK 4.5, Vai dar erro no Application Descriptor, já que o AIR Launchpad foi feito para 4.1 e não para o 4.5. Solução? Basta abrir o Application descriptor e mudar o namespace de 2.0 para 2.5 e Voilá!


  MeuProjeto

Até a próxima!

Actionscript/ AIR Mobile/ Android

Aplicativo mobile usando actionscript 3.0 puro

Tirei umas 1 hora entre um suspiro e outro, acabei gravando um screencast rápido de pouco menos de 15 minutos de como criar uma aplicação simples no Adobe AIR para dispositivos móveis.

Assista e deixe seu comentário.

O código fonte está aqui:

package
{
	import flash.display.Sprite;
	import flash.display.StageAlign;
	import flash.display.StageScaleMode;
	import flash.events.TouchEvent;
	import flash.text.TextField;
	import flash.ui.Multitouch;
	import flash.ui.MultitouchInputMode;

	[SWF(frameRate="24",height="762",width="480")]
	public class ScreenMobileDraw extends Sprite
	{
		public function ScreenMobileDraw()
		{
			super();
			Multitouch.inputMode = MultitouchInputMode.TOUCH_POINT;
			// support autoOrients
			stage.align = StageAlign.TOP_LEFT;
			stage.scaleMode = StageScaleMode.NO_SCALE;



			var txt:TextField = new TextField();
			txt.text = "Hello World";

			var h:Number = stage.stageHeight;
			var w:Number = stage.stageWidth;

			addChild(txt);
			txt.x = w/2 - txt.width/2;
			txt.y = h/2 - txt.height/2;

			this.addEventListener(TouchEvent.TOUCH_MOVE,desenhar);
		}
		private function desenhar(e:TouchEvent):void
		{

			var circulo:Sprite = new Sprite();
			addChild(circulo);
			circulo.graphics.beginFill(Math.random()*0xffffff,1);
			circulo.graphics.drawCircle(e.stageX,e.stageY,100*e.pressure);
			circulo.graphics.endFill();

			circulo.x = e.touchPointID[0].x;
			circulo.y =  e.touchPointID[0].y;

		}
	}
}
AIR Mobile/ Android/ Eventos/ Flex/ Flex 4/ Flex Mobile Framework/ iPad/ Iphone/ Open-source

Gravação/Slides/Codigo fonte do Flex Mobile no Campus Party Brasil 2011

Quem perdeu ou não teve a oportunidade de ir até o Campus Party 2011. Não fique triste, na TV Campus Party existe todas as gravações de cada palestra que rolou por la; Inclusive a minha.

Então quem quer aprender um pouco, rir e se interter , aqui vai a gravação publicada no youtube.

No do próximo ano você deve ir, é um evento gigante com várias pessoas do Brasil inteiro, eu achei que o público era apenas adolescentes com vontade de baixar torrents pela velocidade da internet, pelo contrário, tem vários networks rolando durante o evento e a probabilidade de sair uma start-up nova é gigantesca.

Slides da palestra: http://slideshare.net/igorcosta
Código fonte da aplicação demonstrada: Código fonte
Baixar o Flash Builder “Burrito” : http://labs.adobe.com
Baixar o PlayBook SDK e Emuladores: http://us.blackberry.com/developers/tablet/

AIR Mobile/ Flex/ Flex 4/ Flex Mobile Framework/ Negócios/ Notícias

Cineminha um aplicativo para Android feito com Flex e AIR

cineminhamobile
Colocamos a prova se realmente era possivel fazer aplicativos reais com a atual versão do Flex Hero SDK e AIR 2.5 para Android.
Queriamos construir um aplicativo real que fosse de fácil navegação e que o usuário final pudesse ficar confortável com seu uso.

Então demorou mais ou menos umas 7 horas para esse aplicativo ficar pronto, entre API do servidor desenvolvida em parceria com o Leonardo Sobral um dos sócios do portal Cineminha e a RIACycle.

A criação do aplicativo foi super tranquila, o SDK do Flex Hero está bem maduro para ser uma versão beta, alguns ajustes aqui e outros ali podem deixa-lo mais fáceis de criar.
A única grande dificuldade de criar o aplicativo foi o quesito customização. Agente deixou essa etapa para uma versão futura quando o SDK vier a ficar em sua versão de lançamento.

Um tratamento bem especifico foi dado na coleta de dados e eliminação da mesma, testamos vários Layouts para lists e alguns deles ainda está limitados, tentamos aceleração por GPU, porém o SDK ainda não está compatível com essa opção.

Em fim, foi bem divertido e interessante trabalhar com um SDK ainda em desenvolvimento, mais que mostrou grande maturidade e futuro fixo.

Quem quiser baixar o Aplicativo e rodar em seu Android na versão 2.2 acima, pode encontra-lo aqui.

AIR Mobile/ iPad/ Iphone

Aplicações Flex/Flash para iPhone e iPad podem ser publicadas na Apple Store

Quem acompanha o Twitter, viu eu falar que quem vivesse por mais 3 meses teria grandes surpresas, uma delas é a notícia que saiu hoje no site da Apple. Não que eu já tivesse essa informação de uma certa forma privilegiada, mais rumores nos corredores indicavam que a Apple estava planejando isso. Porém como boato não é nada concreto, fiquei na espera para ver se era realmente verdade.

September 9, 2010
Statement by Apple on App Store Review Guidelines

The App Store℠ has revolutionized the way mobile applications are developed and distributed. With over 250,000 apps and 6.5 billion downloads, the App Store has become the world’s largest mobile application platform and App Store developers have earned over one billion dollars from the sales of their apps.

We are continually trying to make the App Store even better. We have listened to our developers and taken much of their feedback to heart. Based on their input, today we are making some important changes to our iOS Developer Program license in sections 3.3.1, 3.3.2 and 3.3.9 to relax some restrictions we put in place earlier this year.

In particular, we are relaxing all restrictions on the development tools used to create iOS apps, as long as the resulting apps do not download any code. This should give developers the flexibility they want, while preserving the security we need.

In addition, for the first time we are publishing the App Store Review Guidelines to help developers understand how we review submitted apps. We hope it will make us more transparent and help our developers create even more successful apps for the App Store.

The App Store is perhaps the most important milestone in the history of mobile software. Working together with our developers, we will continue to surprise and delight our users with innovative mobile apps.

http://www.apple.com/pr/library/2010/09/09statement.html

AEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!! Parabéns Apple pela sua postura e transparência em não só assumir erros como também pedir desculpas e relaxar mais um pouco no protecionismo de seus produtos para desenvolvedores. Granto que o Steve Jobs agora ganhou meu respeito, mais do que já tinha sobre suas idéias.

As sessões 3.3.1 e 3.3.1, 3.3.2 e 3.3.9, podem aceitar LLVM, coisa que o Packager para iphone e ipad da Adobe faz divinamente e o que acabou gerando um grande atrito entre ambas as empresas e uma rede de desenvolvedores dos produtos da Adobe.

Porém vale ressaltar que sua aplicação não deve baixar nenhum código, que ela respeite essa clausula você pode usar LLVM de Actionscript 3.0 para Objective-C é de boa.

Tenho certeza que a competitividade e o espírito de livre escolha imperou nessa decisão da Apple, que foi de muito bom grado. Agora se você correr rápido pode baixar gratuitamente o Packager para iPhone e iPad antes que a Adobe cobre por isso.

Maravilha ganhar essa notícia em plena semana.